1 Coríntios 11

Almeida Antiga - IBC

As mulheres nas assembleias religiosas
1 Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo.
2 Ora, eu vos louvo, porque em tudo vos lembrais de mim, e guardais os preceitos assim como vo-los entreguei.
3 Quero porém, que saibais que Cristo é a cabeça de todo homem, o homem a cabeça da mulher, e Deus a cabeça de Cristo.
4 Todo homem que ora ou profetiza com a cabeça coberta desonra a sua cabeça.
5 Mas toda mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta desonra a sua cabeça, porque é a mesma coisa como se estivesse rapada.
6 Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também; se, porém, para a mulher é vergonhoso ser tosquiada ou rapada, cubra-se com véu.
7 Pois o homem, na verdade, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus; mas a mulher é a glória do homem.
8 Porque o homem não proveio da mulher, mas a mulher do homem;
9 nem foi o homem criado por causa da mulher, mas sim, a mulher por causa do homem.
10 Portanto, a mulher deve trazer sobre a cabeça um sinal de submissão, por causa dos anjos.
11 Todavia, no Senhor, nem a mulher é independente do homem, nem o homem é independente da mulher.
12 Pois, assim como a mulher veio do homem, assim também o homem vem pela mulher, mas tudo vem de Deus.
13 Julgai entre vós mesmos: é conveniente que uma mulher com a cabeça descoberta ore a Deus?
14 Não vos ensina a própria natureza que se o homem tiver cabelo comprido, é para ele uma desonra?
15 Mas se a mulher tiver o cabelo comprido, é para ela uma glória, pois o cabelo lhe foi dado em lugar de véu.
16 Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem tampouco as igrejas de Deus.

A ceia do Senhor

17 Nisto, porém, que vou dizer-vos não vos louvo; porquanto vos ajuntais, não para melhor, mas para pior.
18 Porque, antes de tudo, ouço que quando vos ajuntais na igreja há entre vós divisões; e em parte o creio.
19 E até importa que haja entre vós heresias, para que os aprovados se tornem manifestos entre vós.
20 De sorte que, quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a ceia do Senhor;
21 porque quando comeis, cada um toma antes de outrem a sua própria ceia; e assim um fica com fome e outro se embriaga.
22 Não tendes porventura casas onde comer e beber? Ou desprezais a igreja de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo.
23 Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou pão;
24 # e, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai e comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim.
25 Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim.
26 Porque todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes do cálice estareis anunciando a morte do Senhor, até que ele venha.
27 De modo que qualquer que comer do pão, ou beber do cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.
28 Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma do pão e beba do cálice.
29 # Porque quem come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor.
30 Por causa disto há entre vós muitos fracos e enfermos, e muitos que dormem.
31 Mas, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados;
32 quando, porém, somos julgados pelo Senhor, somos corrigidos, para não sermos condenados com o mundo.
33 Portanto, meus irmãos, quando vos ajuntais para comer, esperai uns pelos outros.
34 Se algum tiver fome, coma em casa, a fim de que não vos reunais para condenação vossa. E as demais coisas eu as ordenarei quando for.

Referências Cruzadas

1 1Co 4:16; Ef 5:1; Fp 3:17; 1Ts 1:6; 2Ts 3:9
2 1Co 4:17; 1Co 7:17; 2Ts 2:15; 2Ts 3:6
3 Ef 5:23; Gn 3:16; 1Tm 2:11; 1Pe 3:1; 1Pe 3:5; 1Pe 3:6; Jo 14:28; 1Co 3:23; Fp 2:7; Fp 2:8; Fp 2:9
4 1Co 12:10; 1Co 12:28; 1Co 14:1
5 At 21:9; Dt 21:12
6 Nm 5:18; Dt 22:5
7 Gn 1:26; Gn 1:27; Gn 5:1; Gn 9:6
8 Gn 2:21
9 Gn 2:18; Gn 2:21; Gn 2:23; 1Tm 2:12-14
10 Gn 24:65; Ec 5:6
11 Gl 3:28
12 Rm 11:36
16 1Tm 6:4; 1Co 7:17
18 1Co 1:10; 1Co 1:11; 1Co 1:12; 1Co 3:3
19 Mt 18:7; Lc 17:1; At 20:30; Lc 2:35; 1Jo 2:19
21 2Pe 2:13
22 1Co 10:32; Tg 2:6
23 1Co 15:3; Mt 26:26; Mc 14:22; Lc 22:19
26 Jo 14:3; Ap 1:7
27 Nm 9:10; Jo 6:51
28 2Co 13:5; Gl 6:4; Rm 13:2
31 Sl 32:5; 1Jo 1:9
32 Sl 94:12; Sl 94:13
34 1Co 11:21; 1Co 11:22; 1Co 7:17; 1Co 4:19

18-34 Perversão da Ceia do Senhor. Os coríntios estavam se desviando grandemente da simplicidade da fé e da harmonia da igreja. Continuavam a se reunir para o culto, mas com o coração alienado uns dos outros. Haviam pervertido o verdadeiro significado da Ceia do Senhor, imitando basicamente as festas idólatras. Reuniam-se para comemorar os sofrimentos e a morte de Cristo, mas transformavam a ocasião num período de banquete e de prazer egoísta.
Havia-se tornado um costume a participação numa refeição social antes da participação na comunhão. As famílias que professavam a fé traziam sua própria comida para o local de reunião e a comiam, sem esperar cortesmente que os outros estivessem prontos. A santa instituição da Ceia do Senhor era, para os ricos, transformada numa comilança, enquanto que os pobres ficavam envergonhados quando sua parca refeição era contrastada com os custosos pratos dos irmãos ricos.
Paulo repreende os coríntios por fazerem da casa de Deus um lugar de comilança e bebedice, como um grupo de idólatras: “Não tendes, porventura, casas onde comer e beber? Ou menosprezais a igreja de Deus e envergonhais os que nada têm?” As festas religiosas públicas dos gregos haviam sido conduzidas dessa forma, e foi por seguir os conselhos de falsos mestres que os cristãos haviam sido levados a imitar o exemplo daqueles. Esses mestres haviam começado, assegurando-lhes que não era errado frequentar festas idólatras, e por fim introduziram práticas semelhantes na igreja cristã.
Paulo passou, então, a dar a ordem e o objetivo da Ceia do Senhor, e depois advertiu seus irmãos contra a perversão dessa sagrada ordenança (LP, 170, 171).
23-26 A única representação correta. O pão partido e o puro suco da uva devem representar o corpo partido e o sangue derramado do Filho de Deus. Pão que é levedado não deve ser colocado na mesa da comunhão; o pão sem fermento é a única representação correta para a Ceia do Senhor. Não deve ser usado nada que seja fermentado. Somente o puro fruto da videira e o pão sem fermento devem ser usados (RH, 07/06/1898).
25 Ver Ellen G. White sobre Mt 26:28.
26 A frequência da Ceia do Senhor (ver Ellen G. White sobre Mc 16:1, 2). A salvação dos homens depende de aplicarem continuamente ao seu coração o sangue purificador de Cristo. A ceia do Senhor, portanto, não deve ser observada vez por outra ou anualmente, mas com mais frequência do que a páscoa anual. Essa solene ordenança comemora um acontecimento bem maior do que o livramento dos filhos de Israel, do Egito. Aquele livramento tipificava a grande expiação que Cristo realizou com o sacrifício de Sua própria vida para a libertação final de Seu povo (FV [MM 1959], 302).
28 Ver Ellen G. White sobre Jo 13:14,15.