1 Samuel 7

Almeida Antiga - IBC

1 Vieram, pois, os homens de Quiriate-Jearim, tomaram a arca do Senhor e a levaram à casa de Abinadabe, no outeiro; e consagraram a Eleazar, filho dele, para que guardasse a arca da Senhor.

Samuel exorta ao arrependimento
2 E desde e dia em que a arca ficou em Queriate-Jearim passou-se muito tempo, chegando até vinte anos; então toda a casa de Israel suspirou pelo Senhor.
3 Samuel, pois, falou a toda a casa de Israel, dizendo: Se de todo o vosso coração voltais para o Senhor, lançai do meio de vós os deuses estranhos e as astarotes, preparai o vosso coração para com o Senhor, e servi a ele só; e ele vos livrará da mão dos filisteus.
4 Os filhos de Israel, pois, lançaram do meio deles os baalins e as astarotes, e serviram só ao Senhor.
5 Disse mais Samuel: Congregai a todo o Israel em Mizpá, e orarei por vós ao Senhor.
6 Congregaram-se, pois, em Mizpá, tiraram água e a derramaram perante o Senhor; jejuaram aquele dia, e ali disseram: Pecamos contra o Senhor. E Samuel julgava os filhos de Israel em Mizpá.

Os filisteus são vencidos

7 Quando os filisteus ouviram que os filhos de Israel estavam congregados em Mizpá, subiram os chefes dos filisteus contra Israel. Ao saberem disto os filhos de Israel, temeram por causa dos filisteus.
8 Pelo que disseram a Samuel: Não cesses de clamar ao Senhor nosso Deus por nós, para que nos livre da mão dos filisteus.
9 Então tomou Samuel um cordeiro de mama, e o ofereceu inteiro em holocausto ao Senhor; e Samuel clamou ao Senhor por Israel, e o Senhor o atendeu.
10 Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus chegaram para pelejar contra Israel; mas o Senhor trovejou naquele dia com grande estrondo sobre os filisteus, e os aterrou; de modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel.
11 Os homens de Israel, saindo de Mizpá, perseguiram os filisteus e os feriram até abaixo de Bete-Car.
12 Então Samuel tomou uma pedra, e a pôs entre Mizpá e Sem, e lhe chamou Ebenézer; e disse: Até aqui nos ajudou o Senhor.
13 Assim os filisteus foram subjugados, e não mais vieram aos termos de Israel, porquanto a mão do Senhor foi contra os filisteus todos os dias de Samuel.
14 E as cidades que os filisteus tinham tomado a Israel lhe foram restituídas, desde Ecrom até Gate, cujos termos também Israel arrebatou da mão dos filisteus. E havia paz entre Israel e os amorreus.
15 Samuel julgou a Israel todos os dias da sua vida.
16 De ano em ano rodeava por Betel, Gilgal e Mizpá, julgando a Israel em todos esses lugares.
17 Depois voltava a Ramá, onde estava a sua casa, e ali julgava a Israel; e edificou ali um altar ao Senhor.

Referências Cruzadas

1 1Sm 6:21; Sl 132:6; 2Sm 6:4
3 Dt 30:2-10; 1Rs 8:48; Is 55:7; Os 6:1; Jl 2:12; Gn 35:2; Js 24:14; Js 24:23; Jz 2:13; 2Cr 30:19; Jó 11:13; Jó 11:14; Dt 6:13; Dt 10:20; Dt 13:4; Mt 4:10; Lc 4:8
4 Jz 2:11
5 Jz 20:1; 2Rs 25:23
6 2Sm 14:14; Ne 9:1; Ne 9:2; Dn 9:3; Dn 9:4; Dn 9:5; Jl 2:12; Jz 10:10; 1Rs 8:47; Sl 106:6
-8 Is 37:4
9 Sl 99:6; Jr 15:1
10 Js 10:10; Jz 4:15; Jz 5:20; 1Sm 2:10; 2Sm 22:14; 2Sm 22:15
12 Gn 28:18; Gn 31:45; Gn 35:14; Js 4:9; Js 24:26; 1Sm 4:1
13 Jz 13:1; 1Sm 13:5
15 1Sm 7:6; 1Sm 12:11; Jz 2:16
17 1Sm 8:4; Jz 21:4

3 Formas modernas de idolatria. Muitos que levam o nome de cristãos têm servido a outros deuses além do Senhor. Nosso Criador exige suprema devoção e primazia na lealdade. Qualquer coisa que tenha a tendência de diminuir nosso amor a Deus ou de interferir no serviço devido a Ele, torna-se dessa forma um ídolo. Para alguns suas terras, casas e seu comércio são ídolos. As atividades comerciais são empreendidas com zelo e energia, enquanto é dada consideração secundária ao serviço de Deus. O culto familiar é negligenciado, a oração secreta é esquecida. Muitos afirmam lidar de maneira justa com o próximo, e parecem achar que, ao fazer isso, estão cumprindo todo o seu dever. Contudo, não é suficiente guardar os seis últimos mandamentos do decálogo. Devemos amar ao Senhor nosso Deus de todo o coração. Nada menos que a obediência a todos os preceitos e nada menos que supremo amor a Deus e amor imparcial ao próximo podem satisfazer os reclamos da lei divina.
Há muitos cujo coração tem sido tão endurecido pela prosperidade que se esquecem de Deus e das necessidades do próximo. Professos cristãos se adornam com joias, rendas e trajes caros, enquanto os pobres, que são propriedade do Senhor, sofrem falta das coisas indispensáveis da vida. Homens e mulheres que afirmam estar redimidos pelo sangue do Salvador esbanjam os meios que lhe foram confiados para a salvação das pessoas, e então, relutantemente, doam pequenas quantias para propósitos religiosos, dando liberalmente só quando isso traz honra para si mesmos. Esses são idólatras (ST, 26/01/1882).

7-11 Intervenção divina para salvar Israel. Foi propósito do Senhor manifestar dessa forma Seu poder para livrar Israel, a fim de que eles não atribuíssem a glória a si mesmos. Permitiu que, quando desarmados e sem defesa, fossem desafiados por seus inimigos, e então o Capitão do exército do Senhor convocou as hostes do Céu para destruir os inimigos de Seu povo. A humildade de coração e a obediência à lei divina são mais aceitáveis a Deus do que os mais custosos sacrifícios vindos de um coração cheio de orgulho e hipocrisia. Deus não defenderá os que vivem em transgressão de Sua lei (ST, 26/01/1882).

12 Ebenézer. Chamou o seu nome Ebenézer, “a pedra da ajuda”, dizendo ao povo: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (PP 436.5).

O diário de Samuel.
Há milhares de pessoas dispostas a trabalhar para o Mestre que não tiveram o privilégio de ouvir a verdade da forma como alguns a ouviram, mas que têm sido fiéis leitoras da Palavra de Deus e que têm sido abençoadas em seus humildes esforços de transmitir a luz a outros. Que essas pessoas façam um diário, e quando o Senhor lhes der uma experiência interessante, anotem-na, como Samuel fez quando os exércitos de Israel obtiveram vitória sobre os filisteus. Ele erigiu um monumento de gratidão, dizendo: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1Sm 7:12). Irmãos, onde estão os monumentos mediante os quais vocês mantêm diante de si o amor e a bondade de Deus? Esforcem-se para manter vívida em sua mente a ajuda que o Senhor lhes tem dado em seus esforços para ajudar a outros. Que suas ações não mostrem nenhum traço de egoísmo. Toda lágrima que o Senhor os ajudou a enxugar de olhos tristes, todo temor que foi afugentado, toda misericórdia demonstrada — façam um registro disso em seu diário. “A tua força será como os teus dias” (Dt 33:25) (Ms 62, 1905).