1 Timóteo 3

Almeida Antiga - IBC

Os deveres dos bispos e dos diáconos
1 Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja.
2 É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar;
3 não dado ao vinho, não espancador, mas moderado, inimigo de contendas, não ganancioso;
4 que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito
5 (pois, se alguém não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?);
6 não neófito, para que não se ensoberbeça e venha a cair na condenação do Diabo.
7 Também é necessário que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em opróbrio, e no laço do Diabo.
8 Da mesma forma os diáconos sejam sérios, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância,
9 guardando o mistério da fé numa consciência pura.
10 E também estes sejam primeiro provados, depois exercitem o diaconato, se forem irrepreensíveis.
11 Da mesma sorte as mulheres sejam sérias, não maldizentes, temperantes, e fiéis em tudo.
12 Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas.
13 Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si um lugar honroso e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.
14 Escrevo-te estas coisas, embora esperando ir ver-te em breve,
15 para que, no caso de eu tardar, saibas como se deve proceder na casa de Deus, a qual é a igreja do Deus vivo, coluna e esteio da verdade.
16 # E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado em espírito, visto dos anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, e recebido acima na glória.

Referências Cruzadas

1 1Tm 1:15; At 20:28; Ef 4:12
2 Tt 1:6; 1Tm 5:9; 2Tm 2:24
3 1Tm 3:8; 2Tm 2:24; 1Pe 5:2; 2Tm 2:24
4 Tt 1:6
6 Is 14:12
7 At 22:12; 1Tm 6:9
8 At 6:3; 1Tm 3:3; Lv 10:9; Ez 44:21
9 1Tm 1:19
11 Tt 2:3
13 Mt 25:21
15 Ef 2:21; Ef 2:22; 2Tm 2:20
16 Jo 1:14; 1Jo 1:2; Mt 3:16; Jo 1:32; Jo 1:33; Jo 15:26; Jo 16:8; Jo 16:9; Rm 1:4; 1Pe 3:18; 1Jo 5:6; Mt 28:2; Mc 16:5; Lc 2:13; Lc 24:4; Jo 20:12; Ef 3:10; 1Pe 1:12; At 10:34; At 13:46; At 13:48; Rm 10:18; Gl 2:8; Ef 3:5; Ef 3:6; Ef 3:8; Cl 1:27; Cl 1:28; 1Tm 2:7; Cl 1:6; Cl 1:23; Lc 24:51; At 1:9; 1Pe 3:22

16. Encarnação: processo doloroso. A obra da redenção é chamada um mistério, e é de fato o mistério pelo qual a justiça eterna é trazida a todos os que creem. A raça humana, em consequência do pecado, estava em inimizade com Deus. Cristo assumiu a humanidade, a um custo infinito e por um processo doloroso e misterioso tanto para os anjos quanto para os homens. Ocultando Sua divindade, deixando de lado Sua glória, nasceu como um bebê em Belém (Ms 29, 1899).