2 Coríntios 2

Almeida Antiga - IBC

1 Mas deliberei isto comigo mesmo: não ir mais ter convosco em tristeza.
2 Porque, se eu vos entristeço, quem é, pois, o que me alegra, senão aquele que por mim é entristecido?
3 E escrevi isto mesmo, para que, chegando, eu não tenha tristeza da parte dos que deveriam alegrar-me; confiando em vós todos, que a minha alegria é a de todos vós.
4 Porque em muita tribulação e angústia de coração vos escrevi, com muitas lágrimas, não para que vos entristecêsseis, mas para que conhecêsseis o amor que abundantemente vos tenho.
5 Ora, se alguém tem causado tristeza, não me tem contristado a mim, mas em parte (para não ser por demais severo) a todos vós.
6 Basta a esse tal esta repreensão feita pela maioria.
7 De maneira que, pelo contrário, deveis antes perdoar-lhe e consolá-lo, para que ele não seja devorado por excessiva tristeza.
8 Pelo que vos rogo que confirmeis para com ele o vosso amor.
9 É pois para isso também que escrevi, para, por esta prova, saber se sois obedientes em tudo.
10 E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; pois, o que eu também perdoei, se é que alguma coisa tenho perdoado, por causa de vós o fiz na presença de Cristo, para que Satanás não leve vantagem sobre nós;
11 porque não ignoramos as suas maquinações.

O ministério de Paulo

12 Ora, quando cheguei a Trôade para pregar o evangelho de Cristo, e quando se me abriu uma porta no Senhor,
13 não tive descanso no meu espírito, porque não achei ali irmão Tito; mas, despedindo-me deles, parti para a Macedônia.

O bom perfume de Cristo

14 Mas, graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu conhecimento;
15 porque para Deus somos um aroma de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem.
16 Para uns, na verdade, cheiro de morte para morte; mas para outros cheiro de vida para vida. E para estas coisas quem é idôneo?
17 Porque nós não somos como muitos, que corrompem a palavra de Deus; mas em sinceridade, da parte de Deus e na presença do próprio Deus, em Cristo falamos.

Referências Cruzadas

1 2Co 1:23; 2Co 12:20; 2Co 12:21; 2Co 13:10
3 2Co 12:21; 2Co 7:16; 2Co 8:22; Gl 5:10
4 2Co 7:8; 2Co 7:9; 2Co 7:12
5 1Co 5:1; Gl 4:12
6 1Co 5:4; 1Co 5:5; 1Tm 5:20
7 Gl 6:1; Mt 21:3-5
9 2Co 7:15; 2Co 10:6
12 At 16:8; At 20:6; 1Co 16:9
13 2Co 7:5; 2Co 7:6
15 1Co 1:18; 2Co 4:3
16 Lc 2:34; Jo 9:39; 1Pe 2:7; 1Pe 2:8; 1Co 15:10; 2Co 3:5; 2Co 3:6
17 2Co 4:2; 2Co 11:13; 2Pe 2:3; 2Co 1:12; 2Co 4:2

4 Paulo era amigo dos faltosos. O apóstolo Paulo achou necessário reprovar o erro na igreja, mas não perdeu o domínio próprio ao reprovar o erro. Explica ansiosamente a razão para sua atitude. Quão cuidadosamente ele se esforçava para deixar a impressão de que era amigo dos faltosos! Fazia-os entender que lhe era doloroso causar-lhes dor. Deixava-lhes na mente a impressão de que seu interesse estava identificado com o deles (Carta 16a, 1895).
11 Não dar vantagem a Satanás. No conflito com os agentes satânicos há momentos decisivos que determinam a vitória, ou do lado de Deus ou do lado do príncipe deste mundo. Se os que estão engajados na luta não estiverem bem despertos, apercebidos, atentos, orando por sabedoria, vigiando em oração, […] Satanás sai vitorioso, quando poderia ter sido vencido pelos exércitos do Senhor. […] As fiéis sentinelas de Deus não devem dar nenhuma vantagem aos poderes do mal. […]
Temos inimigos invisíveis a enfrentar; homens maus são agentes através dos quais os poderes das trevas atuam, e, sem discernimento espiritual, a pessoa não perceberá os artifícios de Satanás e será apanhada na armadilha, tropeçará e cairá. Aquele que deseja vencer precisa apegar-se firmemente a Cristo. Não deve olhar para trás, mas manter os olhos sempre voltados para o alto. Suba por meio do Mediador, agarrando-se ao Mediador, ascendendo de uma linha de trabalho para outra, nada dispondo para a carne no tocante às suas concupiscências.
Não há meio de adentrarmos os portais celestes por meio da condescendência e da loucura, das diversões e do egoísmo, mas somente por constante vigilância e incessante oração. A vigilância espiritual de nossa parte individualmente é o preço da segurança. Não passem para o lado de Satanás nem um centímetro, para que ele não obtenha vantagem sobre vocês (Carta 47, 1893).
12-13 Em Trôade. De Éfeso, Paulo empreendeu outra viagem missionária, durante a qual esperava visitar uma vez mais os lugares que foram cenário de seu primeiro trabalho na Europa. Demorando-se por algum tempo em Trôade “para pregar o evangelho de Cristo”, encontrou alguns que estavam prontos para ouvir-lhe a mensagem. “Abrindo-se-me uma porta no Senhor” (II Cor. 2:12), foi como declarou mais tarde com referência a seu trabalho neste lugar. Bem-sucedidos embora seus esforços em Trôade, ele não permaneceu ali muito tempo. “O cuidado de todas as igrejas” (II Cor. 11:28), e particularmente da igreja de Corinto, pesava sobre seu coração. Esperava encontrar Tito em Trôade e dele ouvir de como haviam sido recebidas pelos irmãos de Corinto as palavras de conselho e reprovação que lhes enviara; mas nisso ele ficou decepcionado. “Não tive descanso no meu espírito”, escreveu com relação a esta experiência, “porque não achei ali meu irmão Tito.” II Cor. 2:13. Deixou pois Trôade, e atravessou para a Macedônia, encontrando-se com Timóteo em Filipos (AA 323).

14-17 A ousadia de uma consciência santificada. Estas palavras de Paulo [2Co 2:14-17.] não denotam orgulho espiritual, mas um profundo conhecimento de Cristo. Como um dos mensageiros de Deus enviado para confirmar a veracidade da Palavra, ele sabia o que era a verdade; e com a ousadia de uma consciência santificada, gloriava-se nesse conhecimento. Ele sabia que fora chamado por Deus para pregar o evangelho com toda a segurança que sua confiança na mensagem lhe proporcionava. Fora chamado para ser um embaixador de Deus ao povo e pregava o evangelho como alguém que fora chamado (Ms 43, 1907).
Reconversão. Expressando seu júbilo pela reconversão deles e crescimento na graça, Paulo tributa a Deus todo o louvor por essa transformação do coração e da vida. [V. 14, 15] (AA 281).