2 Crônicas 16

Almeida Antiga - IBC

Asa e o rei da Síria pelejam contra Baasa
1 No trigésimo sexto ano do reinado de Asa, Baasa, rei de Israel, subiu contra Judá e edificou a Ramá, para não deixar ninguém sair nem entrar para Asa, rei de Judá.
2 Então Asa tirou a prata e o ouro dos tesouros da casa do Senhor, e da casa do rei, e enviou mensageiros a Bene-Hadade, rei da Síria, que habitava em Damasco, dizendo:
3 Haja aliança entre mim e ti, como havia entre meu pai e o teu. Eis que te envio prata e ouro; vai, pois, e rompe a sua aliança com Baasa, rei de Israel, para que se retire de mim.
4 E Bene-Hadade deu ouvidos ao rei Asa, e enviou os comandantes dos seus exércitos contra as cidades de Israel, os quais feriram Ijom, Dã, Abel-Maim e todas as cidades-armazéns de Naftali.
5 E tendo Baasa notícia disto, cessou de edificar a Ramá, e não continuou a sua obra.
6 Então o rei Asa tomou todo o Judá, e eles levaram as pedras de Ramá, e a sua madeira, com que Baasa edificara; e com elas edificou Geba e Mizpá.
7 Naquele mesmo tempo veio Hanâni, o vidente, ter com Asa, rei de Judá, e lhe disse: Porque confiaste no rei da Síria, e não confiaste no Senhor teu Deus, por isso o exército do rei da Síria escapou da tua mão.
8 Porventura não foram os etíopes e os líbios um grande exército, com muitíssimos carros e cavaleiros? Confiando tu, porém, no Senhor, ele os entregou nas mãos.
9 Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte a favor daqueles cujo coração é perfeito para com ele; nisto procedeste loucamente, pois desde agora haverá guerras contra ti.
10 Então Asa, indignado contra o vidente, lançou-o na casa do tronco, porque estava enfurecido contra ele por causa disto; também nesse mesmo tempo Asa oprimiu alguns do povo.
11 Eis que os atos de Asa, desde os primeiros até os últimos, estão escritos no livro dos reis de Judá e de Israel.
12 No ano trinta e nove do seu reinado Asa caiu doente dos pés; e era mui grave a sua enfermidade; e nem mesmo na enfermidade buscou ao Senhor, mas aos médicos.
13 E Asa dormiu com seus pais, morrendo no ano quarenta e um do seu reinado.
14 E o sepultaram no sepulcro que tinha cavado para si na cidade de Davi, havendo-o deitado na cama, que se enchera de perfumes e de diversas especiarias preparadas segundo a arte dos perfumistas; e destas coisas fizeram-lhe uma grande queima.

Referências Cruzadas

1 1Rs 15:17; 2Cr 15:9
7 1Rs 16:1; 2Cr 19:2; Is 31:1; Jr 17:5
8 2Cr 14:9; 2Cr 12:3
9 Jó 34:21; Pv 5:21; Pv 15:3; Jr 16:17; Jr 32:19; Zc 4:10; 1Sm 13:13; 1Rs 15:32
10 2Cr 18:26; Jr 20:2; Mt 14:3
11 1Rs 15:23
12 Jr 17:5
13 1Rs 15:24
14 Gn 50:2; Mc 16:1; Jo 19:39; Jo 19:40; 2Cr 21:19; Jr 34:5

9 Sinceros nas trevas do paganismo. O dia do livramento está às portas. Os olhos do Senhor “passam por toda a Terra, para mostrar-Se forte para com aqueles cujo coração é perfeito para com Ele”. 2 Crônicas 16:9. Dentre todas as nações, tribo e língua, Ele vê homens e mulheres que estão orando por luz e conhecimento. Suas almas estão insatisfeitas; há muito eles se têm apascentado de cinzas. Isaías 44:20. O inimigo de toda a justiça tem-nos posto de lado, e eles tateiam como cegos. Mas são sinceros de coração, e desejam conhecer um caminho melhor. Embora nas profundezas do paganismo, sem qualquer conhecimento da lei escrita por Deus, nem de Seu Filho Jesus, têm eles revelado de muitas maneiras a operação de um poder divino na mente e no caráter.
Às vezes os que não têm conhecimento de Deus além daquele que receberam sob a operação da graça divina, têm sido bons para com os servos do Senhor, protegendo-os com o risco da própria vida. O Espírito Santo está implantando a graça de Cristo no coração de muito nobre pesquisador da verdade, ativando suas simpatias contrariamente a sua natureza e à sua anterior educação. A “luz verdadeira, que alumia a todo o homem que vem ao mundo” (João 1:9), está brilhando em sua alma; e esta luz, se aceita, guiará seus passos para o reino de Deus. O profeta Miqueias disse: “Se morar nas trevas, o Senhor será a minha luz. […] Ele me trará a luz, e eu verei a Sua justiça”. Miqueias 7:8, 9. (PR 193-194).

12 Médicos terrenais. Vi que Deus está disposto a curar os afligidos e atribulados. Vi também que Deus ficava desagradado quando confiávamos em, ou chamávamos médicos terrenais. Vi a beleza, a glória e majestade de Jesus… (Carta 8 1849).