Escolha uma Página

2 Timóteo 2

Almeida Antiga - IBC

 

Exortação à constância
1 Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus;
2 e o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros.
3 Sofre comigo como bom soldado de Cristo Jesus.
4 Nenhum soldado em serviço se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.
5 E também se um atleta lutar nos jogos públicos, não será coroado se não lutar legitimamente.
6 O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos.
7 Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo.
8 Lembra-te de que Jesus Cristo, descendente de Davi, ressuscitou de entre os mortos, segundo o meu evangelho,
9 pelo qual sofro a ponto de ser preso como malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa.
10 Por isso, tudo suporto por amor dos eleitos, para que também eles alcancem a salvação que há em Cristo Jesus com glória eterna.
11 Fiel é esta palavra: Se, pois, já morremos com ele, também com ele viveremos;
12 se perseveramos, com ele também reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;
13 se somos infiéis, ele permanece fiel; porque não pode negar-se a si mesmo.

Evita o profano

14 Lembra-lhes estas coisas, conjurando-os diante de Deus que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam, senão para subverter os ouvintes.
15 # Procure apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
16 Mas evita as conversas vãs e profanas; porque os que delas usam passarão a impiedade ainda maior,
17 e as suas palavras alastrarão como gangrena; entre os quais estão Himeneu e Fileto,
18 que se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição é já passada, e assim pervertem a fé de alguns.
19 Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os seus, e: Aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor.
20 Ora, numa grande casa, não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de madeira e de barro; e uns, na verdade, para uso honroso, outros, porém, para uso desonroso.
21 Se, pois, alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e útil ao Senhor, preparado para toda boa obra.
22 Foge também das paixões da mocidade, e segue a justiça, a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor.
23 E rejeita as questões tolas e sem instrução, sabendo que geram contendas;
24 e ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente;
25 corrigindo com mansidão os que resistem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade,
26 e que se desprendam dos laços do Diabo (por quem haviam sido presos), para cumprirem a vontade de Deus.

Referências Cruzadas

1 1Tm 1:2; Ef 6:10
2 2Tm 1:13; 1Tm 1:18; 1Tm 3:2
3 2Tm 1:8; 2Tm 4:5; 1Tm 1:18
4 1Co 9:25
5 1Co 9:25
6 1Co 9:10; 1Tm 5:18
8 At 2:30; 1Co 15:1; Rm 2:16
9 At 9:16; Ef 3:1; At 28:31
10 Ef 3:13; 2Co 1:6
11 1Tm 1:15; Rm 6:5; Rm 6:8
12 Rm 8:17; Mt 10:33
13 Rm 3:3; Nm 23:19
14 1Tm 5:21; 1Tm 1:4; Tt 3:9; Tt 3:11
16 1Tm 4:7; 1Tm 6:20; Tt 1:14
17 1Tm 1:20
18 1Tm 6:21; 1Co 15:12
19 Mt 24:24; Rm 8:35; 1Jo 2:19; Na 1:7; Jo 10:14; Jo 10:27; Nm 16:5
20 1Tm 3:15; Rm 9:21
21 Is 52:11; 2Tm 3:17; Tt 3:1
22 1Tm 6:11; At 9:14; 1Co 1:2; 1Tm 1:5; 1Tm 4:12
23 2Tm 2:16; 1Tm 1:4; 1Tm 4:7; 1Tm 6:4; Tt 3:9
24 Tt 3:2; 1Tm 3:2; 1Tm 3:3; Tt 1:9
25 Gl 6:1; 1Tm 6:11; 1Pe 3:15; At 8:22; 1Tm 2:4; 2Tm 3:7; Tt 1:1
26 1Tm 3:7

1-3, 7, 15 Ver Ellen G. White sobre 1Tm 4:13-16.
1-4 Ver Ellen G. White sobre 2Tm 4:1-7.
14 Discussões produtivas. O que isto significa? Significa que pode haver discussões sobre palavras e ideias, mas elas devem ter um propósito, devem ocorrer para romper a teimosia e a oposição que existe no coração das pessoas, para que sejam abrandadas e subjugadas, de forma que, quando as sementes da verdade caírem no solo do coração, possam criar raízes ali (Ms 13, 1888).
Discussões. Não é por meio de debates e discussões que a mente é iluminada (DTN 114.2).
Espírito de debate e controvérsia. O espírito de debate, de controvérsia é um artifício que Satanás usa para despertar o espírito combativo e assim eclipsar a verdade tal qual é em Jesus. Muitos foram dessa maneira repelidos em vez de atraídos para Cristo (Ev 163.2).
14-16 A especulação ociosa. Esta é uma advertência apropriada para o tempo atual. Então vem um encargo que frequentemente terá de ser dado: “Procura apresentar-te Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2Tm 2:15). Aprenda tomar as verdades que foram reveladas, e a manejá-las de tal maneira que sejam alimento ao rebanho de Deus.
Encontraremos os que permitem sua mente vaguear em ociosas especulações acerca de coisas de que nada se diz na Palavra Deus falou na linguagem mais clara possível sobre todo assunto que afeta a salvação da alma. Ele deseja, porém, que evitemos os devaneios, e diz: “Vai hoje trabalhar na vinha” [Mt 21:28]. “A noite vem, quando ninguém pode trabalhar” [Jo 9:4]. Deixe toda curiosidade ociosa; vigie, trabalhe e ore. Estude as verdades que têm sido reveladas. Cristo deseja romper com todas as fantasias ociosas, e indica-nos os campos maduros para a ceifa. A menos que trabalhemos diligentemente, a eternidade nos esmagará com seu peso de responsabilidades (RH, 05/02/1901; ME1,162).
16-18 Apegando-se a sombras. As Escrituras nos apresentam o incentivo de que, se andarmos humildemente diante de Deus, receberemos instrução. Mas somos advertidos contra a indevida curiosidade. “Evita, igualmente, os falatórios inúteis e profanos, pois os que deles usam passarão a impiedade ainda maior’ [2Tm 2:16], entrando em sendas de suposições e conjecturas com as quais nada temos que ver. Estas são teorias da imaginação humana, vãs e sem importância, que conservam a mente ocupada com insignificâncias. Elas nada têm em si que seja confiável ou concreto. A respeito daqueles que promovem essas teorias, Paulo diz: “A linguagem deles corrói como câncer; entre os quais se incluem Himeneu e Fileto. Estes se desviaram da verdade, asseverando que a ressurreição já se realizou, e estão pervertendo a fé a alguns” [2Tm 2:17, 18].
Nos dias dos apóstolos foram apresentadas como verdade as mais tolas heresias. A história tem sido e será repetida. Haverá sempre pessoas que, se bem que aparentemente conscienciosas, se apegam à sombra, preferindo-a à substância. Tomam o erro em vez da verdade, porque o erro se acha revestido de nova roupagem que, acreditam, cobrir algo de maravilhoso. Seja, porém, removida a cobertura, e aparece a nulidade (RH, 05/02/1901; ME1, 162, 163).
20 Bons e maus na igreja. A “grande casa” representa a igreja. Encontra-se na igreja o que é vil e o que é precioso. A rede lançada ao mar recolhe bons e maus (RH, 05/02/1901).
21 Vasos vazios. Que tipo de vasos são apropriados para o uso do Mestre? Vasos vazios. Quando esvaziamos a mente de toda contaminação, estamos prontos para ser usados (RC [MM 1986], 106).
A purificação individual. “Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar desses erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para toda boa obra.” Esse alguém não deve aceitar teorias que, se recebidas, corromperiam. Deve purificar a si mesmo de todos os sentimentos injustos, que, se recebidos, desviariam da segura Palavra de Deus e conduziriam a criações humanas instáveis, à degradação e à corrupção. Deve resistir à atuação do inimigo através dos vasos de desonra. Pesquisando as Escrituras com oração, ele encontrará o caminho a seguir; não o caminho do homem, mas um caminho que leva ao Céu.
A obra de purificação é individual. Ninguém pode fazer isso por outra pessoa. Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor.” O Espírito de Deus atuará por meio de agentes humanos santificados, levando-os a trabalhar corretamente. Serão concedidas capacidade e graça.
As pessoas se encherão de fervoroso desejo de pregar as verdades do evangelho de maneira firme, decidida e clara (RH, 05/02/1901).
23-26 A curiosidade indevida. Há algumas coisas das quais precisamos nos guardar. Chegarão cartas fazendo perguntas relativas ao selamento do povo de Deus: quem será selado, quantos e outras perguntas movidas pela curiosidade. Acho que precisamos dizer-lhes que leiam e falem sobre as coisas que estão claramente reveladas. Nas Escrituras nos é apresentado o incentivo de que, se andarmos humildemente diante de Deus, receberemos instrução. Mas a curiosidade indevida não deve ser encorajada.
Podemos recomendar o segundo capítulo de 2 Timóteo para aqueles que estão desejosos de encontrar alguma coisa nova e estranha, que seja produto da imaginação humana e esteja tão abaixo dos grandes e nobres conceitos da Santa Palavra como o comum está abaixo do sagrado. Podemos responder a perguntas tolas dizendo: “Espere, e todos saberemos o que é essencial que saibamos. Nossa salvação não depende de assuntos periféricos” (Carta 58, 1900).