Escolha uma Página

Apocalipse 17

Almeida Antiga - IBC

Queda final de Babilônia
1 Veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas;
2 com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam sobre a terra se embriagaram com o vinho da sua prostituição.
3 Então ele me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher montada numa besta cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e que tinha sete cabeças e dez chifres.
4 A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição;
5 e na sua fronte estava escrito um nome: MISTÉRIO, A GRANDE BABILÔNIA, A MÃE DAS PROSTITUTAS E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA.
6 # E vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue dos mártires de Jesus. Quando a vi, maravilhei-me com grande admiração.
7 Ao que o anjo me disse: Por que te admiraste? Eu te direi o mistério da mulher, e da besta que a leva, a qual tem sete cabeças e dez chifres.
8 A besta que viste era e já não é; todavia está para subir do abismo, e vai-se para a perdição; e os que habitam sobre a terra e cujos nomes não estão escritos no livro da vida desde a fundação do mundo se admirarão, quando virem a besta que era e já não é, e que tornará a vir.
9 # Aqui está a mente que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.
10 # E há sete reis: cinco já caíram; um existe; e o outro ainda não é vindo; e quando vier, deve permanecer pouco tempo.
11 # A besta que era e já não é, é também o oitavo, e é dos sete, e vai-se para a perdição.
12 Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam o reino, mas receberão autoridade, como reis, por uma hora, juntamente com a besta.
13 Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.
14 Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os que estão com ele, os chamados, e eleitos, e fiéis.
15 Disse-me ainda: As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas.
16 E os dez chifres que viste sobre a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo.
17 Porque Deus lhes pôs nos corações o executarem o intento dele, chegarem a um acordo, e entregarem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.
18 E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.

Referências Cruzadas

Capítulo 17
1 Ap 21:9; Ap 16:19; Ap 18:16; Ap 18:17; Ap 18:19; Na 3:4; Ap 19:2; Ap 17:15; Jr 51:13
2 Ap 18:3; Jr 51:7; Ap 14:8
3 Ap 12:2,3,6; Ap 13:1; Ap 17,12
4 Ap 18:12; Dn 11:38; Jr 51:7; Ap 18:6; Ap 14:8
5 2Ts 2:7; Ap 11:8; Ap 14:8; Ap 16:19; Ap 18:2; Ap 18:10; Ap 18:21; Ap 18:9; Ap 19:2
6 Ap 18:24; Ap 13:15; Ap 16:6; Ap 6:9; Ap 6:10; Ap 6:12; Ap 6:11
8 Ap 11:7; Ap 13:1; Ap 17:11; Ap 13:10; Ap 13:3; Ap 13:8
9 Ap 13:18; Ap 13:1; Jr 51:24-25
11 Ap 17:8
12 Dn 7:20; Zc 1:18; Zc 1:19; Zc 1:21; Ap 13:1
14 Ap 16:14; Ap 19:19; Dt 10:17; 1Tm 6:15; Ap 19:16; Jr 50:44; Jr 50:45; Ap 14:4
15 Ap 17:1; Is 8:7; Ap 13:7
16 Jr 50:41; Jr 50:42; Ap 16:12; Ez 16:37-44; Ap 18:16; Ap 18:8
17 2Ts 2:11; Ap 10:7
18 Ap 16:19; Ap 12:4

Apocalipse em conexão com Daniel. O livro do Apocalipse, em conexão com o de Daniel, exige especial estudo (Ed 191.2).
1-5 O enganador de todas as nações. No capítulo 17 do Apocalipse é predita a destruição de todas as igrejas que se corrompem pela devoção idólatra ao serviço do papado, os que beberam do vinho da fúria da sua prostituição. [Citado Ap 17:1-4.]
Assim é representado o poder papal, que, com todo engano da injustiça, por meio da atração exterior e da exibição suntuosa, engana todas as nações, prometendo-lhes, como o fez Satanás a nossos primeiros pais, todo o bem àqueles que recebem sua marca e todo o mal àqueles que se opõem a suas falácias. O poder que tem a mais profunda corrupção interna fará a maior exibição e se vestirá dos mais elaborados sinais de autoridade. A Bíblia afirma claramente que isso cobre uma perversidade corrupta e enganadora. “Na sua fronte, achava-se escrito um nome, um mistério: Babilônia, a Grande, a Mãe das Meretrizes e das Abominações da Terra” (Carta 232, 1899).
Quem é que dará seu reino a esse poder? O protestantismo, um poder que, embora professe ter a índole e o espírito de cordeiro e estar aliado com o Céu, fala com voz de dragão. Ele é impelido por um poder que vem de baixo (Mar [MM 1977], 185).
13, 14 Confederação maligna. “Têm estes um só pensamento.” Haverá um laço de união universal, uma grande harmonia, uma confederação de forças satânicas. “E oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.” Assim é manifestado o mesmo poder arbitrário e opressor contra a liberdade religiosa, contra a liberdade de adorar a Deus de acordo com os critérios da consciência, que foi manifestado pelo papado, quando no passado perseguiu os que ousaram recusar conformar-se aos ritos e cerimônias religiosas dos romanistas.
Na peleja a ser travada nos últimos dias estarão unidos, em oposição ao povo de Deus, todos os poderes corruptos que apostataram da lealdade à lei de Yahweh. Nessa peleja, o sábado do quarto mandamento será o grande ponto em litígio, pois no mandamento do sábado o grande Legislador Se identifica como o Criador dos céus e da Terra (ME3, 392, 393).
14 Cristo glorificado na crise final. Assim como foi glorificado no dia de Pentecostes, Cristo será novamente glorificado no encerramento da obra do evangelho, quando Ele preparar um povo para suportar a prova final na última batalha do grande conflito (CT [MM 2002], 364).