Daniel 11

Almeida Antiga - IBC

A visão junto ao rio Tigre
1 Eu, pois, no primeiro ano de Dario o medo, levantei-me para o confirmar e fortalecer.
2 E agora te declararei a verdade: Eis que ainda se levantarão três reis na Pérsia, e o quarto será muito mais rico do que todos eles; e por sua força, mediante suas riquezas, agitará todos contra o reino da Grécia.
3 E se levantará um rei poderoso, que reinará com grande domínio, e fará o que lhe aprouver.
4 E quando ele se levantar, o seu reino será quebrado, e será repartido para os quatro ventos do céu; não para a sua posteridade, nem tampouco segundo para o seu domínio com que reinou; porque o seu reino será arrancado, até para outros além daqueles.
5 O rei do sul será forte, como também um dos seus príncipes; e este será mais forte do que ele, e reinará, e seu domínio será um grande domínio.
6 E ao fim de anos, eles se aliarão; e a filha do rei do sul virá ao rei do norte para fazer um tratado. Ela, porém, não conservará a força do braço; nem subsistirá ele, nem o seu braço; mas ela será entregue, e os que a trouxeram, e aquele que a gerou, e o que a fortalecia naqueles tempos.
7 Mas dum renovo das raízes dela um se levantará em seu lugar, e virá com um exército, e entrará na fortaleza do rei do norte, e agirá contra eles, e prevalecerá.
8 Também os seus deuses, com seus príncipes, com os seus vasos preciosos de prata e ouro, ele os levará cativos para o Egito; e continuará por mais anos que o rei do norte.
9 Assim, o rei do sul entrará no reino, e voltará para a sua própria terra.
10 Mas seus filhos contenderão, e reunirão uma multidão de grandes forças; e um certamente virá, e inundará, e passará para adiante; então retornará, e contenderá até à sua fortaleza.
11 Então o rei do sul será movido com cólera, e sairá, e pelejará contra ele, contra o rei do norte; ele porá em campo uma grande multidão, mas a multidão será entregue em sua mão.
12 E quando ele tiver levado a multidão, seu coração se exaltará; e ele derrubará várias dezenas de milhares; contudo, não se fortalecerá com isso.
13 Porque o rei do norte tornará, e porá em campo uma multidão maior do que a primeira; e certamente virá após alguns anos, com grande exército e muitas riquezas.
14 E, naqueles tempos, muitos se levantarão contra o rei do sul; também os destruidores de teu povo se levantarão para confirmar a visão, mas eles cairão.
15 Assim o rei do norte virá, e levantará um montão, e tomará a maioria das cidades fortificadas; e os braços do sul não poderão resistir, nem o seu povo escolhido, nem haverá qualquer força para resistir.
16 Mas aquele que vem contra ele fará de acordo com sua própria vontade, e ninguém poderá resistir diante dele; e ele estará na terra gloriosa, que será consumida por sua mão.
17 E firmará seu rosto para entrar pela força do seu reino todo, e os retos com ele; e assim o fará; e lhe dará uma filha das mulheres, corrompendo-a; mas ela não subsistirá no lado dele, nem será por ele.
18 Depois disso virará o seu rosto para as ilhas, e tomará muitas; mas um príncipe, em seu próprio favor, fará cessar opróbrio oferecido por ele; sem seu opróbrio o fará recair sobre ele.
19 Virará então o seu rosto para a fortaleza da sua própria terra, mas tropeçará, e cairá, e não será achado.
20 Então, em seu lugar, se levantará um arrecadador de tributo na glória do reino; mas dentro de poucos dias será quebrantado, e isto nem em ira e nem em batalha.
21 E se levantará em seu lugar uma pessoa vil, à qual não darão a honra real; mas ele virá pacificamente, e obterá o reino com lisonjas.
22 E com os braços de uma inundação serão varridas de diante dele, e serão quebrantadas, como também o príncipe da aliança.
23 E, depois de feita com ele a aliança, trabalhará enganosamente; e subirá, e se tornará forte com pouca gente.
24 Virá pacificamente sobre os lugares mais gordos da província; e fará o que não fizeram seus pais, nem os pais de seus pais; espalhará entre eles a presa, os despojos e os bens; e maquinará os seus projetos contra as fortalezas, por certo tempo.
25 E suscitará a sua força e a sua coragem contra o rei do sul com um grande exército; e o rei do sul sairá à guerra com um grande e mui poderoso exército, mas não subsistirá, pois maquinarão projetos contra ele.
26 E os que comerem os seus manjares o destruirão; e o exército dele transbordará, e cairão muitos traspassados.
27 Também estes dois reis terão o coração atento para fazerem o mal, e assentados à mesma mesa falarão a mentira; esta, porém, não prosperará, porque ainda virá o fim no tempo determinado.
28 Então tornará para a sua terra com muitos bens; e o seu coração será contra a santa aliança; e fará proezas, e tornará para a sua terra.
29 No tempo determinado voltará, e entrará no sul; mas não sucederá desta vez como na primeira, ou na última.
30 Porque virão contra ele navios de Quitim, por isso se entristecerá, e voltará, e se indignará contra a santa aliança, assim fará. Voltará e terá inteligência com os que abandonam a santa aliança.
31 E estarão ao lado dele braços, e poluirão o santuário da força, e tirarão o contínuo, estabelecendo a abominação desoladora.
32 E aos que agem impiamente contra a aliança ele corromperá com lisonjas; mas o povo que conhece ao seu Deus será forte, e fará proezas.
33 Os entendidos entre o povo ensinarão a muitos; todavia cairão por muitos dias pela espada, pelo fogo, pelo cativeiro e pelo despojo.
34 Mas, caindo eles, serão ajudados com pequeno socorro; porém, muitos se ajuntarão a eles com lisonjas.
35 Alguns dos entendidos cairão para serem acrisolados, purificados e embranquecidos, até o tempo do fim; pois isso ainda será para um tempo determinado.
36 E o rei fará conforme sua vontade; exaltar-se-á, e se engrandecerá sobre todo deus, e contra o Deus dos deuses falará coisas maravilhosas; e será próspero, até que se cumpra a indignação: pois aquilo que está determinado será feito.
37 Nem terá respeito ao Deus de seus pais, nem ao desejo de mulheres, nem a qualquer outro deus; pois sobre tudo se engrandecerá.
38 Mas em seu lugar honrará ao deus das forças; e a um deus a quem seus pais não conheceram, ele o honrará com ouro e com prata, com pedras preciosas e com coisas agradáveis.
39 Isso fará nas maiores fortalezas com um deus estranho, ao que reconhecerá e lhe aumentará a glória, e os fará reinar sobre muitos, e lhes repartirá a terra por preço.

O tempo do fim

40 Ora, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele; e o rei do norte virá como turbilhão contra ele, com carros e cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nos países, e transbordará, e passará adiante.
41 Entrará também na terra gloriosa, e muitos países cairão; mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e as primícias dos filhos de Amom.
42 E estenderá a sua mão sobre os países; e a terra do Egito não escapará.
43 Mas terá poder sobre os tesouros de ouro e de prata, e de todas as coisas preciosas do Egito; os líbios e os etíopes lhe seguirão os passos.
44 Mas rumores do oriente e do norte o espantarão; por isso ele sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos.
45 E armará as tendas do seu palácio entre os mares, no glorioso monte santo; contudo virá ao seu fim, e não haverá quem o socorra.

Referências Cruzadas

1 Dn 9:1; Dn 5:31
3 Dn 7:6; Dn 8:5; Dn 11:16; Dn 11:36; Dn 8:4
4 Dn 8:8; Dn 8:22
7 Dn 11:20
10 Is 8:8; Dn 9:26; Dn 11:7
13 Dn 4:16; Dn 12:7
16 Dn 11:3; Dn 11:36; Dn 8:4; Dn 8:7; Js 1:5; Dn 11:41; Dn 11:45; Dn 8:9
17 2Cr 20:3; Dn 9:26
19 Jó 20:8; Sl 37:36; Ez 26:21
20 Dn 11:7
21 Dn 7:8; Dn 8:9; Dn 8:23; Dn 8:25
22 Dn 11:10; Dn 8:10; Dn 8:11; Dn 8:25; Dn 12:1; Dn 10:21; Dn 9:25; Dn 8:11,25; Js 5:14; Dn 9:27
23 Dn 8:25
26 Dn 11:10; Dn 11:22
27 Dn 11:29; Dn 11:35; Dn 11:40; Dn 8:19
28 Dn 11:22
29 Dn 11:23; Dn 11:25
30 Nm 24:24; Dn 11:28
31 Dn 8:11; Ez 30:21-25; Ez 23:36-37
32 Dt 4:13; Pv 7:1-5
33 Ml 2:7; Hb 11:35; Sl 119:99
34 Ap 12:16
35 Dn 12:10; Dn 11:40; Dn 11:29
36 Dn 11:16; Dn 7:8; Dn 7:25; Dn 8:11; Dn 9:27
37 1Tm 4:3; Is 14:13
38 Is 44:9
40 Dn 11:35; Is 21:1; Ez 38:4; Dn 11:10; Dn 11:22; Ex 5:2; Ap 11:8
41 Dn 11:16; Is 11:14; Mq 5:4,7-8
43 Ex 11:8; Ap 13:16
44 Ap 16:12
45 Dn 11:16; Dn 11:41; 2Ts 2:4; 2Ts 2:8; Ap 33:20

Às margens do Tigre (10:4). A luz que Daniel recebeu diretamente de Deus foi dada de modo especial para estes últimos dias. […] As visões que ele teve às margens do Ulai e do Tigre, os grandes rios de Sinear, estão agora em processo de cumprimento, e todos os eventos preditos haverão de suceder em breve (CT [MM 2002], 335).
30. A história se repete. A profecia no décimo primeiro capítulo de Daniel quase atingiu seu cumprimento final. Grande parte da história que aconteceu em cumprimento desta profecia será repetida. No verso trinta é mencionado um poder que será entristecido e voltará e se indignará contra o santo pacto, assim fará, e voltará e terá inteligência com os que abandonam a santa aliança [cita v. 31-36]. Cenas similares àquelas descritas nesses versos acontecerão. Vemos evidência de que Satanás está rapidamente obtendo controle de mentes humanas que não têm o temor de Deus perante eles. Que todos leiam e entendam as profecias deste livro, pois estamos agora entrando no tempo de angústia mencionados em Daniel 12:1-4 [cita]. O Espírito do Senhor está sendo retirado do mundo… [13MR 394.2].
32 O pontífice é vigário de Satanás. O arquienganador não havia terminado a sua obra. Estava decidido a congregar o mundo cristão sob sua bandeira, e exercer o poder por intermédio de seu vigário, o orgulhoso pontífice que pretendia ser o representante de Cristo (GC 53).
40-45 Quase se cumprindo na época de EGW. O mundo está agitado pelo espírito de guerra. A profecia do capítulo onze de Daniel atingiu quase o seu cumprimento completo. Logo se darão as cenas de perturbação das quais falam as profecias. [Isaías 24:1-8; Joel 1:15-18, 12; Jeremias 4:19, 20; Jeremias 4:23-26; 30:7]. Nem todos neste mundo tomaram o partido dos inimigos de Deus. Nem todos se tornaram desleais. Uns poucos existem que são fiéis a Deus; pois escreve João: “Aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” Apocalipse 14:12. Logo será travada a violenta luta entre os que servem a Deus e os que O não servem. Logo tudo que pode ser abalado o será, para que permaneçam as coisas que não podem ser abaladas (T9 15.5).
O último poder de Daniel 11 é o papado. Miguel se levantará no mesmo tempo em que o último poder do capítulo 11 de Daniel, chegue ao seu fim, sem ter ninguém que o ajude. Este poder é o último que combaterá contra a verdadeira igreja de Deus, e como a igreja verdadeira será pisoteada e rejeitada pelo cristianismo nominal, podemos concluir que este último poder opressor não chegou ao fim e que Miguel ainda não se levantou. Este último poder que pisoteia aos santos é descrito em Apocalipse 13: 11-18, seu número é 666 (A Word to the Little Flock 8-9; 1847).