Deuteronômio 30

Almeida Antiga - IBC

A misericórdia de Deus para com os que se arrependem
1 Quando te sobrevierem todas estas coisas, a bênção ou a maldição, que pus diante de ti, e te recordares delas entre todas as nações para onde o Senhor teu Deus te houver lançado,
2 e te converteres ao Senhor teu Deus, e obedeceres à sua voz conforme tudo o que eu te ordeno hoje, tu e teus filhos, de todo o teu coração e de toda a tua alma,
3 o Senhor teu Deus te fará voltar do teu cativeiro, e se compadecerá de ti, e tornará a ajuntar-te dentre todos os povos entre os quais te houver espalhado o Senhor teu Deus.
4 Ainda que o teu desterro tenha sido para a extremidade do céu, desde ali te ajuntará o Senhor teu Deus, e dali te tomará;
5 e o Senhor teu Deus te trará à terra que teus pais possuíram, e a possuirás; e te fará bem, e te multiplicará mais do que a teus pais.
6 Também o Senhor teu Deus circuncidará o teu coração, e o coração de tua descendência, a fim de que ames ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma, para que vivas.
7 E o Senhor teu Deus porá todas estas maldições sobre os teus inimigos, sobre aqueles que te tiverem odiado e perseguido.
8 Tu te tornarás, pois, e obedecerás à voz do Senhor, e observarás todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno.
9 Então o Senhor teu Deus te fará prosperar grandemente em todas as obras das tuas mãos, no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto do teu solo; porquanto o Senhor tornará a alegrar-se em ti para te fazer bem, como se alegrou em teus pais;
10 quando obedeceres à voz do Senhor teu Deus, guardando os seus mandamentos e os seus estatutos, escritos neste livro da lei; quando te converteres ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma.

A lei do SENHOR é muito clara

11 Porque este mandamento, que eu hoje te ordeno, não te é difícil demais, nem tampouco está longe de ti.
12 Não está no céu para dizeres: Quem subirá por nós ao céu, e no-lo trará, e no-lo fará ouvir, para que o cumpramos?
13 Nem está além do mar, para dizeres: Quem passará por nós além do mar, e no-lo trará, e no-lo fará ouvir, para que o cumpramos?
14 Mas a palavra está mui perto de ti, na tua boca, e no teu coração, para a cumprires.
15 Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal.
16 Se guardares o mandamento que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, de andar nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos, os seus estatutos e os seus preceitos, então viverás, e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que estás entrando para a possuíres.
17 Mas se o teu coração se desviar, e não quiseres ouvir, e fores seduzido para adorares outros deuses, e os servires,
18 declaro-te hoje que certamente perecerás; não prolongarás os dias na terra para entrar na qual estás passando o Jordão, a fim de a possuíres.
19 O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,
20 amando ao Senhor teu Deus, obedecendo à sua voz, e te apegando a ele; pois ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; e para que habites na terra que o Senhor prometeu com juramento a teus pais, a Abraão, a Isaque e a Jacó, que lhes havia de dar.

Referências Cruzadas

1 Lv 26:40; Dt 28:1; Dt 4:29; Dt 4:30; 1Rs 8:47; 1Rs 8:48
2 Ne 1:9; Is 55:7; Lm 3:40; Jl 2:12; Jl 2:13
3 Sl 106:45; Sl 126:1; Sl 126:4; Jr 29:14; Lm 3:22; Lm 3:32; Sl 147:2; Jr 32:37; Ez 34:13; Ez 36:24
4 Dt 28:64; Ne 1:9
6 Dt 10:16; Jr 32:39; Ez 11:19; Ez 36:26
9 Dt 28:11; Dt 28:63; Jr 32:41
11 Is 45:19
12 Rm 10:6
15 Dt 30:1; Dt 30:19; Dt 11:26
18 Dt 4:26; Dt 8:19
19 Dt 4:26; Dt 31:28; Dt 30:15
20 Sl 27:1; Sl 66:9; Jo 11:25

15-19 Toda decisão deve ser baseada em evidências. Não é plano de Deus compelir as pessoas a abandonar sua ímpia incredulidade. Diante delas estão a luz e as trevas, a verdade e o erro. Cabe a elas decidir qual aceitar. A mente humana é dotada da capacidade de discernir entre o certo e o errado. O propósito de Deus é que os seres humanos não decidam por impulso, mas pelo peso das evidências, comparando cuidadosamente uma passagem bíblica com outra (RMC, 112, 113).