Hebreus 10

Almeida Antiga - IBC

Sacrifícios insuficientes
1 Porque a lei, tendo a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, não pode nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem de ano em ano, aperfeiçoar os que se chegam a Deus.
2 Doutra maneira, não teriam deixado de ser oferecidos? Pois tendo sido uma vez purificados os que prestavam o culto, nunca mais teriam consciência de pecado.
3 Mas nesses sacrifícios cada ano se faz recordação dos pecados,
4 porque é impossível que o sangue de touros e de bodes tire pecados.
5 Pelo que, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, mas um corpo me preparaste;
6 não te deleitaste em holocaustos e oblações pelo pecado.
7 Então eu disse: Eis-me aqui (no rol do livro está escrito de mim) para fazer, ó Deus, a tua vontade.
8 Tendo dito acima: Sacrifício e ofertas e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem neles te deleitaste (os quais se oferecem segundo a lei);
9 agora disse: Eis-me aqui para fazer a tua vontade. Ele tira o primeiro, para estabelecer o segundo.
10 Porque a lei, tendo a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, não pode nunca, com aqueles sacrifícios que continuamente oferecem de ano em ano, aperfeiçoar os que a eles se chegam.
11 Ora, todo sacerdote se apresenta dia após dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar pecados;
12 mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, assentou-se para sempre à direita de Deus,
13 daí por diante esperando, até que os seus inimigos sejam postos por estrado de seus pés.
14 Pois com uma só oferta tem aperfeiçoado para sempre os que estão sendo santificados.
15 E o Espírito Santo também no-lo testifica, porque depois de haver dito antes:
16 Esta é a aliança que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, e as escreverei em seu entendimento;
17 e não mais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades.
18 Ora, onde há remissão destes, não há mais oferta pelo pecado.

Novo e vivo caminho

19 # Tendo pois, irmãos, ousadia para entrarmos no santuário, pelo sangue de Jesus,
20 pelo novo e vivo caminho que ele consagrou para nós, através do véu, isto é, da sua carne,
21 # e tendo um sumo-sacerdote sobre a casa de Deus,
22 acheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo o coração purificado da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,
23 Guardemos firme a confissão da esperança, se vacilar; porque fiel é aquele que prometeu;
24 e consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras,
25 não abandonando o reunirmo-nos juntos, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes o dia se aproxima.
26 Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,
27 mas uma expectação terrível de juízo e ardente indignação, que há de devorar os adversários.
28 Quem rejeitava a lei de Moisés morria sem misericórdia pelo depoimento de duas ou três testemunhas;
29 de quanto maior castigo julgais vós será considerado digno aquele que tem calcado aos pés o Filho de Deus, e tem considerado profano o sangue da aliança com que foi santificado, e tem ultrajado ao Espírito da graça?
30 Pois conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
31 Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.
32 Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições;
33 em parte, quando fostes feitos espetáculo tanto de opróbrio quanto de tribulações, e, em parte, quando vos tornastes companheiros dos que assim foram tratados.
34 ## Pois vos compadecestes dos que estavam nas prisões, e com gozo aceitastes a espoliação dos vossos bens, sabendo que vós tendes, no céu, uma possessão melhor e permanente.
35 Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa.
36 Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.
37 Pois, ainda dentro de pouco tempo, aquele que há de vir virá, e não tardará.
38 Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.
39 Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.

Referências Cruzadas

1 Cl 2:17; Hb 8:5; Hb 9:11; Hb 9:9; Hb 10:14
3 Lv 16:21
4 Sl 10:11
5 Sl 40:6
10 Jo 17:19; Hb 9:12
11 Nm 28:3; Hb 10:4
12 Cl 3:1
13 Sl 110:1
14 Hb 10:1
16 Jr 31:33
19 Rm 5:2; Hb 9:8; Hb 9:12
20 Jo 10:9; Hb 9:3
21 Hb 4:14; 1Tm 3:15
22 Hb 4:16; Ef 3:12; Tg 1:6; 1Jo 3:21; Hb 9:14; Ez 36:25; 2Co 7:1
23 Hb 4:14; 1Co 1:9; 1Co 10:13; 1Ts 5:24; 2Ts 3:3; Hb 11:11
25 At 2:42; Jd 19; Rm 13:11; Fp 4:5; 2Pe 3:9; 2Pe 3:11; 2Pe 3:14
26 Nm 15:30; Hb 6:4; 2Pe 2:20; 2Pe 2:21; Is 22:14; 1SM 3:14
27 Ez 36:5; Sf 1:18; Sf 3:8; 2Ts 1:8; Hb 12:29
28 Hb 2:2; Dt 17:2; Dt 17:6; Dt 19:15; Mt 18:16; Jo 8:17; 2Co 13:1
29 Hb 2:3; Hb 12:25; 1Co 11:29; Hb 13:20; Mt 12:31; Mt 12:32; Ef 4:30
30 Dt 32:35; Rm 12:19; Dt 32:36; Sl 50:4; Sl 135:14
31 Lc 12:5
32 Gl 3:4; 2Jo 1:8; Hb 6:4; Fp 1:29; Fp 1:30; Cl 2:1
33 1Co 4:9; Fp 1:7; Fp 4:14; 1Ts 2:14
34 Fp 1:7; 2Tm 1:16; Mt 5:12; At 5:41; Tg 1:2; Mt 6:20; Mt 19:21; Lc 12:33; 1Tm 6:19
35 Mt 5:12; Mt 10:32
36 Lc 21:19; Gl 6:9; Hb 12:1; Cl 3:24; Hb 9:15; 1Pe 1:9
37 Lc 18:8; 2Pe 3:9; Hb 2:3; Hb 2:4; Is 26:20
38 Rm 1:17; Gl 3:11
39 2Pe 2:20; 2Pe 2:21; At 16:30; At 16:31; 1Ts 5:9; 2Ts 2:14

1-7 Ver Ellen G. White sobre 2Co 3:7-11.
16-18 Ver on Ellen G. White sobre Hb 8:5-13.
19, 20 Ver Ellen G. White sobre Hb 6:19; 8:6, 7; Mt 27:51; Ap 3:8.
19-21 No santuário com Cristo. Este é o grande Dia da Expiação, e nosso Advogado está diante do Pai, suplicando como nosso intercessor. Em vez de nos revestirmos de vestes de justiça própria, deveríamos estar diariamente nos humilhando diante de Deus, confessando nossos pecados individuais e buscando o perdão das transgressões. Dessa forma, cooperamos com Cristo na obra de preparar-se para refletir a imagem divina. A menos que adentremos o santuário do alto e nos unamos a Cristo na obra de operar nossa salvação com temor e tremor, seremos pesados na balança e achados em falta (Ms 168, 1898).
23 Ver Ellen G. White sobre Hb 4:14; 2Pe 1:4; Ap 3:3.
25 Congregar com os santos. Aqueles que não sentem a necessidade de procurar congregar-se com os santos, tendo a preciosa certeza de que o Senhor Se encontrará com eles, mostram quão pouco valorizam a provisão que Deus fez para eles. Satanás está em atuação constante para ferir e envenenar a alma. A fim de resistir a seus esforços, precisamos respirar a atmosfera do Céu. Precisamos individualmente nos agarrar a Cristo e permanecer assim (Ms 16, 1890).
33 Extremistas esquisitos, singulares e austeros. Quando atingirmos a norma que o Senhor deseja que atinjamos, as pessoas mundanas considerarão os adventistas do sétimo dia como extremistas esquisitos, singulares e austeros [v.33 citado] (FEC 289.1).