Hebreus 12

Almeida Antiga - IBC

Uma nuvem de testemunhas
1 Portanto, visto que nós também estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos de lado todo peso, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta,
2 olhando para Jesus, o autor e consumador da nossa fé, o qual, pela alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e está assentado à direita do trono de Deus.
3 Considerai, pois aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos canseis, desmaiando em vossas almas.
4 Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado;
5 e já vos esquecestes da exortação que vos fala como a filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, nem te desanimes quando és repreendido por ele;
6 pois o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho.
7 Se sofreis correção, Deus vos trata como a filhos; pois qual é o filho a quem o pai não corrige?
8 Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são participantes, então sois bastardos e não filhos.
9 Além disto, tivemos nossos pais, segundo a carne, que nos corrigiram e os respeitávamos; e não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, e viveremos?
10 Pois eles, por pouco tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; ele, porém, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade.
11 Ora, nenhuma correção parece, no momento, ser motivo de alegria, mas sim de tristeza; depois, entretanto, ela produz o fruto de justiça pacífico, naqueles que têm sido por ela exercitados.
12 Portanto levantai as mãos descaídas e os joelhos vacilantes,
13 e fazei caminhos retos para os vossos pés, a fim de que não se desvie o que é manco, e sim que seja curado.
14 Segui a paz com todos, e a santidade sem a qual ninguém verá o Senhor.
15 Tende cuidado para que ninguém fracasse da graça de Deus; para que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem;
16 para que não haja nenhum fornicador, ou profano como Esaú, que por uma simples refeição vendeu o seu direito de primogenitura.
17 Porque bem sabeis que, posteriormente, querendo ainda herdar a bênção, foi rejeitado; porque não achou lugar de arrependimento, ainda que o buscou diligentemente com lágrimas.
18 Pois não tendes chegado ao monte palpável, que queimava com fogo, nem à escuridão, e trevas, e tempestade,
19 e ao clangor da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram rogaram que não mais se lhes falasse;
20 porque não podiam suportar o que era ordenado: Se até um animal tocar o monte, será apedrejado, ou traspassado por uma flecha.
21 E tão terrível era a visão, que Moisés disse: Fiquei aterrorizado e trêmulo!
22 Mas tendes chegado ao Monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial, e incontáveis hostes de anjos;
23 à assembleia geral e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;
24 e a Jesus, o mediador da nova Aliança, e ao sangue da aspersão, que fala coisas melhores do que o de Abel.
25 Tende cuidado, a fim de que não rejeiteis ao que fala; pois, se não escaparam os que rejeitaram ao que os advertia sobre a terra, muito menos escaparemos nós, se nos desviarmos daquele que dos céus nos adverte;
26 cuja voz abalou então a terra; mas agora, ele promete, dizendo: Ainda mais uma vez abalarei não só a terra, mas também o céu.
27 Ora, esta palavra, Ainda mais uma vez, significa a remoção das coisas abaladas, como coisas criadas, para que permaneçam as coisas inabaláveis.
28 Pelo que, recebendo nós um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e temor;
29 porque o nosso Deus é um fogo consumidor.

Referências Cruzadas

1 Cl 3:8; 1Pe 2:1; 1Co 9:24; Fp 3:13; Fp 3:14; Rm 12:12; Hb 10:36
2 Lc 24:26; Fp 2:8; 1Pe 1:11; Sl 110:1; Hb 1:3; Hb 1:13; Hb 8:1,10; 1Pe 3:22
3 Mt 10:24; Mt 10:25; Jo 15:20; Gl 6:9
4 1Co 10:13; Hb 10:32,33; Hb 10:34
5 Jó 5:17
6 Sl 94:12
7 Dt 8:5
8 Sl 73:15
9 Nm 16:22; Nm 27:16
10 Lv 11:44; Lv 19:2
11 Tg 3:18
12 Jó 4:3; Jó 4:4
13 Pv 4:26; Pv 4:27; Gl 6:1
14 Sl 34:14; Mt 5:8
15 2Co 6:1; Gl 5:4; Dt 29:18
16 Ef 5:3; Gn 25:33
17 Hb 27:34; Hb 6:6
18 Ex 19:12; Ex 19:18; Ex 19:19; Ex 20:18; 2Tm 1:7
19 Ex 20:19; Dt 5:5; Dt 5:25; Dt 18:16
20 Ex 19:13
21 Ex 19:16
22 Gl 4:26; Ap 3:12; Ap 21:2; Ap 21:10; Fp 3:20; Dt 33:2; Sl 68:17; Jd 14
23 Ex 4:22; Tg 1:18; Ap 14:4; Lc 10:20; Fp 4:3; Ap 13:8; Gn 18:25; Sl 94:2; Fp 3:12; Hb 11:40; Ap 21:7
24 Hb 8:6; Hb 9:15; Ex 24:8; Hb 10:22; 1Pe 1:2; Gn 4:10; Hb 11:4
25 Hb 2:2; Hb 2:3; Hb 3:17; Hb 10:28; Hb 10:29
26 Ex 19:18; Ag 2:6
27 Sl 102:26; Mt 24:35; 2Pe 3:10; Ap 21:1
29 Ex 24:17; Dt 4:24; Dt 9:3; Sl 50:3; Sl 97:3; Is 66:15; 2Ts 1:8; Hb 10:27

1 Quem são as testemunhas? Os pesos aqui mencionados são os maus hábitos e práticas que formamos ao seguir nossos próprios impulsos. Quem são as testemunhas? São as pessoas mencionadas no capítulo anterior, as que enfrentaram resolutamente os males e dificuldades que havia em seu caminho e que, em nome do Senhor, se prepararam com êxito contra as forças opositoras do mal. Foram sustentadas e fortalecidas, e o Senhor as segurou com Sua mão.
Há outras testemunhas. Em toda parte ao nosso redor há aqueles que estão nos observando atentamente, para ver como nós, que professamos crer na verdade, nos portamos. Em todos os tempos e em todos os lugares, até onde nos for possível, devemos engrandecer a verdade diante do mundo (Ms 61, 1907).
Viver sem pecado. Cristo tomou a humanidade e suportou o ódio do mundo para que pudesse revelar a homens e mulheres que estes poderiam viver sem pecado, que suas palavras, atos, seu espírito, poderiam ser santificados para Deus. Podemos ser cristãos perfeitos se manifestarmos esse poder em nossa vida. Quando a luz do Céu repousar sobre nós continuamente, representaremos a Cristo. Foi a justiça revelada em Sua vida que O distinguiu do mundo e despertou seu ódio (OA 336.5).
3 Ver Ellen G. White sobre Hb 2:14.
4 Ver Ellen G. White sobre Hb 4:15; Mt 4:1-11.
Prova rigorosa. Disse o anjo: “Deus operará mais e mais rigorosamente a fim de experimentar e provar cada um entre Seu povo.” Alguns são prontos em receber um ponto; mas quando Deus os leva a outro ponto difícil, recuam diante dele e ficam para trás, pois acham que isto golpeia diretamente algum ídolo acariciado. Aí têm eles ensejo de ver o que, em seu coração, está excluindo a Jesus. Prezam alguma coisa mais que a verdade, e o coração não está preparado para receber a Jesus. Os indivíduos são experimentados e provados por um espaço de tempo a ver se sacrificarão seus ídolos e darão ouvidos ao conselho da Testemunha Verdadeira. … Os que satisfazem em todos os pontos e resistem a toda prova, e vencem, seja qual for o preço, atenderam ao conselho da Testemunha Verdadeira, e receberão a chuva serôdia, estando assim aptos para a trasladação (Ex 437.2).
11 Flores que desabrocham em meio à crise. Fé, paciência, longanimidade, mente voltada para as coisas do alto, confiança no sábio Pai celestial, são os perfeitos botões de flores que desabrocham em meio a dificuldades, desapontamentos e aflições (OPA [MM 1983], 96).
Arrependimento sentimental é ilusório. O arrependimento ocasionado por intermitente provocação dos sentimentos é um arrependimento de que nos precisamos arrepender; pois é ilusório. Uma violenta exaltação dos sentimentos, que não produz em vós os pacíficos frutos da justiça, deixa-vos em estado pior do que aquele em que vos encontráveis anteriormente (ME1 108.1).
12,13 Ver Ellen G. White sobre Gl6i J
14 Ver Ellen G. White sobre Rm 6:19,22;
14 Santificação: justiça transmitida. A justiça pela qual somos justificados é imputada; a justiça pela qual somos santificados é transmitida. A primeira é nosso título para o Céu; a segunda, nossa adequação para ele (MJ 35.2).
15 Ver Ellen G. White sobre Tg 3:15,16; 1Pe 2:1, 2.
16 17 Ver Ellen G. White sobre Gn 25:29-34.
Confissão tardia é em vão. Os que se retardam no preparo para o dia de Deus, não o poderão obter no tempo de angústia, ou em qualquer ocasião subsequente. O caso de todos estes é sem esperanças.
Os professos cristãos que vêm ao último e terrível conflito, sem se acharem preparados, confessarão em seu desespero os seus pecados com palavras de angústia consumidora enquanto os ímpios exultam de sua agonia. Estas confissões são do mesmo caráter que a de Esaú ou de Judas (GC 620).
24 Ver Ellen G. White sobre Hb 8:5-13.
26 27 Ver Ellen G. White sobre 2Ts 2:7-12.