Isaías 52

Almeida Antiga - IBC

1 Desperta, desperta, veste-te da tua força, ó Sião; veste-te dos teus vestidos formosos, ó Jerusalém, cidade santa; porque nunca mais entrará em ti nem incircunciso nem imundo.
2 Sacode-te do pó; levanta-te, e assenta-te, ó Jerusalém; solta-te das ataduras de teu pescoço, ó cativa filha de Sião.
3 Porque assim diz o Senhor: Por nada fostes vendidos; e sem dinheiro sereis resgatados.
4 Pois assim diz o Senhor Deus: O meu povo desceu no princípio ao Egito, para peregrinar lá, e a Assíria sem razão o oprimiu.
5 E agora, que tenho eu aqui, diz o Senhor, pois que o meu povo é tirado por nada? os seus dominadores os fazem uivar, diz o Senhor; e o meu nome incessantemente o dia todo é blasfemado!
6 Portanto o meu povo saberá o meu nome; portanto saberá naquele dia que sou eu o que falo: olha, sou eu.
7 Quão formosos sobre os montes são os pés do que anuncia boas-novas, que publica a paz, que anuncia boas notícias de bem, que publica a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!
8 Os teus atalaias erguerão a voz; com a voz juntamente cantarão; porque verão olho no olho, quando o Senhor trará de volta a Sião.
9 Rompei em alegria, cantai juntamente, desertos de Jerusalém; porque o Senhor tem consolado o seu povo, tem remido a Jerusalém.
10 O Senhor desnudou o seu santo braço à vista de todas as nações; e todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus.
11 Retirai-vos, retirai-vos, saí daí, não toqueis coisa imunda; saí do meio dela, purificai-vos, os que levais os vasos do Senhor.
12 Pois não saireis apressadamente, nem ireis em fuga; porque o Senhor irá diante de vós, e o Deus de Israel será a vossa retaguarda.

A aparição, as dores e a glória do Messias

13 Eis que o meu servo procederá com prudência; será exaltado, e elevado, e mui altaneiro.
14 Como pasmaram muitos sobre ti, seu aspecto estava tão desfigurado mais do que qualquer homem, e a sua forma mais do que a dos filhos dos homens;
15 assim ele aspergirá a muitas nações; por causa dele reis fecharão a boca; pois verão aquilo que não se lhes havia anunciado, e considerarão aquilo que não tinham ouvido.

Referências Cruzadas

1 Is 51:9; Is 51:17; Ne 11:1; Is 48:2; Mt 4:5; Ap 21:2; Is 35:8; Is 60:21; Na 1:15; Ap 21:27
2 Is 3:26; Is 51:23; Zc 2:7
3 Sl 44:12; Is 45:13; Jr 15:13
4 Gn 46:6; At 7:14
5 Ez 36:20
7 Na 1:15; Sl 93:1; Sl 96:10; Sl 97:1
9 Is 51:3; Is 48:20
10 Sl 98:2; Sl 98:3; Lc 3:6
11 Is 48:20; Lv 22:2
12 Ex 12:33; Ex 12:39; Mq 2:13; Nm 10:25
13 Jo 9:4; Fp 2:9; Is 42:1; Is 53:10; Jr 23:5;
14 Mt 26:67-68; Sl 22:6; Sl 22:7
15 Ez 36:25; Is 49:7; Is 49:23; Is 55:5

1, 2 Isaías delineia a luta da igreja contra os poderes do mal. Nos dias mais negros de seu longo conflito com o mal, à igreja de Deus têm sido dadas revelações do eterno propósito de Jeová. A Seu povo tem sido permitido olhar para além das provas do presente aos triunfos do futuro quando, findo o conflito, os redimidos entrarão na posse da Terra Prometida. Essas visões de glória futura, cenas pintadas pela mão de Deus, deviam ser estimadas por Sua igreja hoje, quando a controvérsia dos séculos está chegando rapidamente ao fim, e as bênçãos prometidas devem ser logo experimentadas em toda a sua plenitude. [Isaías 43:25, 26. 60:16, 62:12; 61:3; v. 1, 2; 54:11-17]. Revestida da armadura da justiça de Cristo, a igreja deve entrar em seu conflito final [cita Cânticos 6:10], deve ela ir a todo o mundo, vencendo e para vencer.
A hora mais difícil da luta da igreja com os poderes do mal, é a que imediatamente precede o dia do seu livramento final. Mas ninguém que confie em Deus precisa temer; pois quando [cita Isaías 25:4]. Naquele dia, unicamente aos justos é prometido livramento. [Isaías 33:14-16].
A palavra do Senhor aos Seus fiéis é: [Isaías 26:20, 21] (PR 371-373).

7 Evangelismo do tempo do fim. Olhando ainda para mais longe através dos séculos, o profeta contemplou o cumprimento literal dessas gloriosas promessas. Viu os anunciadores das alegres novas da salvação saindo para os confins da Terra, a toda tribo e povo. Ouviu o Senhor dizer da igreja cristã: [Isaías 66:12]; e ouviu a comissão: [Isaías 54:2, 3].

Jeová declarou ao profeta que Ele enviaria as Suas testemunhas “às nações, a Társis, Pul, e Lude […] a Tubal e Javã, até às ilhas de mais longe”. [Isaías 66:19; v.7].
O profeta ouviu a voz de Deus chamando Sua igreja para a tarefa que lhe fora indicada, a fim de que o caminho pudesse ser preparado para a introdução de Seu reino eterno. A mensagem foi inconfundivelmente clara: [Isaías 60:1-4, 10, 11; 45:22]. Essas profecias de grande despertamento espiritual em tempos de espessas trevas, estão sendo cumpridas hoje no progresso dos postos missionários que estão alcançando as regiões entenebrecidas da Terra. Os grupos de missionários em terras pagãs foram comparados pelo profeta a bandeiras erguidas para guia dos que estão em busca da luz da verdade. [Isaías 11:10-12] (PR 193).

11 Ais para os que não se purificam.
Terríveis ais aguardam os que pregam a verdade, mas não são por ela santificados, e também os que consentem em receber e manter os não santificados para lhes ministrar por palavra e doutrina. Sinto-me alarmada pelo povo de Deus, o qual professa crer em solene e importante verdade; pois sei que muitos deles não se acham convertidos nem santificados por ela. Os homens podem ouvir e reconhecer toda a verdade, sem todavia conhecer coisa alguma do poder da piedade. Nem todos os que pregam a verdade, serão salvos por ela. Disse o anjo: “Purificai-vos, os que levais os vasos do Senhor.” v.11 (T1 261.3).