Isaías 65

Almeida Antiga - IBC

Gentios e judeus
1 Sou buscado por aqueles que perguntavam por mim; sou achado daqueles que não me buscavam. Eu disse, olhai para mim, olhai para mim, a uma nação que não se chamava do meu nome.
2 Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por um caminho que não era bom, após os seus próprios pensamentos;
3 povo que de contínuo me provoca à ira diante da minha face, sacrificando em jardins e queimando incenso sobre altares de tijolo;
4 que se assenta entre as sepulturas, e habita nos monumentos; que come carne de porco, e caldo de coisas abomináveis está nas suas vasilhas;
5 e que dizem: Fica aonde estás, e não te chegues a mim, porque sou mais santo do que tu. Estes são fumaça no meu nariz, um fogo que arde o dia todo.
6 Eis que está escrito diante de mim: Não me calarei, mas eu pagarei, sim, deitar-lhes-ei a recompensa no seu seio;
7 tuas iniquidades, e juntamente as iniquidades de teus pais, diz o Senhor, os quais queimaram incenso sobre os montes, e me blasfemaram sobre os outeiros; pelo que lhes tornarei a medir as suas obras antigas no seu seio.
8 Assim diz o Senhor: Como quando se acha mosto num cacho de uvas, e se diz: Não o desperdices, pois há bênção nele; assim farei por amor de meus servos, para que eu não os destrua a todos.
9 E produzirei descendência de Jacó, e de Judá um herdeiro dos meus montes; e os meus escolhidos os herdarão, e os meus servos habitarão ali.
10 E Sarom será pasto de rebanhos, e o vale de Acor lugar para o gado se deitar, para o meu povo, que me tem buscado.
11 Mas vós sois os que vos apartais do Senhor, os que vos esqueceis do meu santo monte, os que preparais uma mesa para esta tropa, e que misturais vinho para aquele número.
12 Por isso vos numerarei para a espada, e todos vos encurvareis à matança; porque quando chamei, não respondestes; quando falei, não ouvistes, mas fizestes o que era mau aos meus olhos, e escolhestes aquilo em que eu não tinha prazer.
13 Pelo que assim diz o Senhor Deus: Eis que os meus servos comerão, mas vós padecereis fome; eis que os meus servos beberão, mas vós tereis sede; eis que os meus servos se alegrarão, mas vós vos envergonhareis.
14 Eis que os meus servos cantarão pela alegria de coração, mas vós chorareis pela tristeza de coração, e uivareis pela angústia de espírito.
15 E deixareis o vosso nome para maldição aos meus escolhidos; e vos matará o Senhor Deus, mas a seus servos chamará por outro nome.
16 De sorte que aquele que se bendisser na terra se bendirá no Deus da verdade; e aquele que jurar na terra, jurará pelo Deus da verdade; porque estão esquecidas as angústias passadas, e porque estão escondidas dos meus olhos.

A nova Jerusalém

17 Pois eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, nem virão à mente.
18 Mas alegrai-vos e regozijai-vos perpetuamente no que eu crio; porque crio para Jerusalém exultação e para o seu povo alegria.
19 E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de pranto.
20 Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não tenha cumprido os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; mas o pecador de cem anos será amaldiçoado.
21 E eles edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o fruto delas.
22 Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo são como os dias da árvore, e os meus escolhidos gozarão por longo tempo das obras das suas mãos:
23 Não trabalharão debalde, nem terão filhos para calamidade; porque são a descendência dos benditos do Senhor, e os seus descendentes com eles.
24 E acontecerá que, antes de clamarem eles, eu responderei; e estando eles ainda a falar, eu os ouvirei.
25 O lobo e o cordeiro juntos se apascentarão, o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não machucarão nem farão dano algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor.

Referências Cruzadas

1 Is 41:28; Is 59:16; Rm 9:24; Rm 9:25; Rm 9:26; Rm 9:30; Rm 10:20; Ef 2:12; Ef 2:13; Is 63:19
2 Jo 5:37-40; Rm 10:21; Ef 2:3
3 Dt 32:21; Is 1:29; Is 66:17; Lv 17:5
4 Dt 18:11; Is 66:17; Lv 11:7
5 Mt 9:11; Lc 5:30; Lc 18:11; Jd 19
6 Dt 32:34; Ml 3:16; Sl 50:3; Sl 79:12; Jr 16:18; Ez 11:21; Ec 12:14
7 Ex 20:5; Ez 18:6; Ez 20:27; Ez 20:28
8 Jl 2:14
9 Is 65:15; Is 65:22; Mt 24:22; Rm 11:5; Rm 11:7
10 Is 33:9; Js 7:24; Js 7:26; Os 2:15
11 Is 65:25; Is 56:7; Ez 23:41; 1Co 10:21
12 2Cr 36:15; 2Cr 36:16; Pv 1:24; Is 66:4; Jr 7:13; Zc 7:7; Mt 21:34-43
14 Mt 8:12; Lc 13:28
15 Jr 29:22; Zc 8:13; Is 65:9; Is 65:22; Is 62:2; At 11:26; Is 62:2
16 Sl 72:17; Jr 4:2; Dt 6:13; Sl 63:11; Is 19:18; Sf 1:5
17 Is 51:16; Is 66:22; 2Pe 3:13; Ap 21:1
19 Is 62:5; Is 35:10; Is 51:11; Ap 7:17; Ap 21:1
20 Ec 8:12
21 Lv 26:16; Dt 28:30; Is 62:8; Am 9:14
22 Sl 92:12; Is 65:9; Is 65:15
23 Dt 28:41; Os 9:12; Is 61:9
24 Sl 32:5; Dn 9:21
25 Is 11:6; Is 11:7; Is 11:9; Gn 3:14

2 Ver Ellen G. White sobre Jr 17:25.
17 Céu: As provas desta vida desaparecerão na insignificância. A nós que estamos no próprio limiar do seu cumprimento, que momentosos e de vivo interesse não são esses sinais das coisas por vir — eventos a cujo respeito, desde que nossos primeiros pais se encaminharam para fora do Éden, os filhos de Deus têm orado, e os quais têm ansiosamente aguardado!
[…] Em Sua presença as provas e sofrimentos desta vida parecerão como se nada fossem. [Isaías 65:17; Hebreus 10:35-37. Isaías 45:17] (PR 375-376).

18, 19 Céu: face a face. Nas visões do profeta, os que triunfaram sobre o pecado e a sepultura são agora vistos felizes na presença do seu Criador, com Ele falando livremente, assim como o homem falava com Deus no início. [v. 18, 19; 33:24; 35:6, 7; 55:13; 35:8; 40:2] (PR 374).

19 Referência à restauração da Terra após o milênio (GC 676.2). Versos 21, 22 idem (GC 676.2).

21, 22 Céu: ocupações e prazeres. Na Terra renovada, os redimidos empenhar-se-ão em ocupações e prazeres que levaram felicidade a Adão e Eva no início. Será vivida a vida edênica, entre o jardim e o campo.[Isaías 65:21, 22] (PR 375).

Referência à restauração da terra após o milênio (GC 675.2).

23 Céu: vestes de louvor. As nações dos remidos não conhecerão outra lei senão a lei do Céu. Todos serão uma família unida e feliz, revestida com as vestes de louvor e ações de graças. […] Sobre essa cena, as estrelas da manhã cantarão em uníssono, e os filho de Deus exultarão de alegria, enquanto Deus e Cristo Se unirão proclamando: “Não haverá mais pecado nem morte.” [Apocalipse 21:4; v.23; 40:5; 61:11; v. 5; 35:2; 62:4, 5] (PR 375-376).

21-23 Ver Ellen G. White sobre Pv 31:27,