Joel 1

Almeida Antiga - IBC

A terrível carestia causada pela locusta e pela seca
1 Palavra do Senhor, que foi dirigida a Joel, filho de Petuel.
2 Ouvi isto, vós anciãos, e escutai, todos os moradores da terra: Aconteceu isto em vossos dias, ou nos dias de vossos pais?
3 Fazei sobre isto uma narração a vossos filhos, e vossos filhos a transmitam a seus filhos, e os filhos destes à geração seguinte.
4 O que a locusta cortadora deixou, a voadora o comeu; e o que a voadora deixou, a devoradora o comeu; e o que a devoradora deixou, a destruidora o comeu.
5 Despertai, bêbedos, e chorai; gemei, todos os que bebeis vinho, por causa do mosto; porque tirado é da vossa boca.
6 Porque sobre a minha terra é vinda uma nação poderosa e inumerável. Os seus dentes são dentes de leão, e têm queixadas de um grande leão.
7 Fez da minha vide uma assolação, e tirou a casca à minha figueira; despiu-a toda, e a lançou por terra; os seus sarmentos se embranqueceram.
8 Lamenta como a virgem que está cingida de saco, pelo marido da sua mocidade.
9 Está cortada da casa do Senhor a oferta de cereais e a libação; os sacerdotes, ministros do Senhor, pranteiam.
10 O campo está assolado, e a terra chora; porque o trigo está destruído, o mosto se secou, o azeite falta.
11 Envergonhai-vos, lavradores, uivai, vinhateiros, sobre o trigo e a cevada; porque a colheita do campo pereceu.
12 A vide se secou, a figueira se murchou; a romeira também, e a palmeira e a macieira, sim, todas as árvores do campo; e a alegria esmoreceu entre os filhos dos homens.
13 Cingi-vos de saco e lamentai-vos, sacerdotes; uivai, ministros do altar; entrai e passai a noite vestidos de saco, ministros do meu Deus; porque foi cortada da casa do vosso Deus a oferta de cereais e a libação.
14 Santificai um jejum, convocai uma assembleia solene, congregai os anciãos, e todos os moradores da terra, na casa do Senhor vosso Deus, e clamai ao Senhor.
15 Ai do dia! Pois o dia do Senhor está perto, e virá como assolação da parte do Todo-Poderoso.
16 Porventura não está cortado o mantimento de diante de nossos olhos? A alegria e o regozijo da casa do nosso Deus?
17 A semente mirrou debaixo dos seus torrões; os celeiros estão desolados, os armazéns arruinados; porque falharam os cereais.
18 Como geme o gado! As manadas de vacas estão confusas, porque não têm pasto; também os rebanhos de ovelhas estão desolados.
19 A ti clamarei, ó Senhor; porque o fogo consumiu os pastos do deserto, e a chama abrasou todas as árvores do campo.
20 Até os animais do campo suspiram por ti; porque as correntes d’água se secaram, e o fogo consumiu os pastos do deserto.

Referências Cruzadas

2 Jl 2:2
3 Sl 78:4
4 Dt 28:38; Jl 2:25
5 Is 32:10
6 Pv 30:25; Pv 30:26; Pv 30:27; Jl 2:2; Jl 2:11; Jl 2:25; Ap 9:8
7 Is 5:6
8 Is 22:12; Pv 2:17; Jr 3:4
10 Jr 12:11; Jr 14:2; Jl 1:12; Is 24:7
11 Jr 14:3; Jr 14:4
12 Jl 1:10; Is 24:11; Jr 48:33; Sl 4:7; Is 9:3
13 Jl 1:8; Jr 4:8; Jl 1:9
14 2Cr 20:3; 2Cr 20:4; Jl 2:15; Jl 2:16; Lv 23:36; 2Cr 20:13
15 Jr 30:7; Is 13:6; Is 13:9; Jl 2:1
16 Dt 12:6; Dt 12:7; Dt 16:11; Dt 16:14; Dt 16:15
18 Os 4:3
19 Sl 50:15; Jr 9:10; Jl 2:3
20 Jó 38:41; Sl 104:21; 1Rs 17:7

10-12, 17-20. Quarta praga, não-universal. Na praga que se segue, é dado poder ao Sol para que “abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores”. Apocalipse 16:8-9 Os profetas assim descrevem a condição da Terra naquele tempo terrível: [Joel 1:10-12, 17-20; Amós 8:3].
Estas pragas não são universais, ao contrário os habitantes da Terra seriam inteiramente exterminados. Contudo serão os mais terríveis flagelos que já foram conhecidos por mortais (EF 246).

12, 15-18 Desolações finais. Em visões do grande dia do juízo, aos inspirados mensageiros de Jeová foi dado ver ligeiramente a consternação dos que não estavam preparados para se encontrarem com o seu Senhor em paz. [Isaías 24:1-8; v. 15-18, 12].
“Estou ferido no meu coração” Jeremias exclamou ao contemplar as desolações produzidas durante as cenas finais da história da Terra [Jeremias 4:19, 20; Isaías 2:17-21]. Desses tempos de transição, quando o orgulho do homem há de ser abatido, Jeremias, testifica: [Jeremias 4:23-26; 30:7] (PR 373).

Cenas finais. A Bíblia, e a Bíblia só, dá-nos uma perspectiva correta destas coisas. Ali estão reveladas as grandes cenas finais da história de nosso mundo, acontecimentos que já estão projetando suas sombras diante de si, fazendo o ruído de sua aproximação com que a Terra trema e o coração dos homens desmaie de temor. [Isaías 24:1, 5, 8; v. 15, 17, 18, 12; Jeremias 4:19, 20, 23-26; 30:7; Isaías 26:20; Salmos 91:9, 10; 50:1-3, 4, 6; Miqueias 4:10-12; Jeremias 30:17, 18; Isaías 25:9, 8; 33:20, 22; 11:4].
Então se cumprirá o propósito de Deus; os princípios do Seu reino serão honrados por todos debaixo do Sol. [Isaías 60:18; 54:14].
Os profetas a quem foram reveladas estas grandes cenas, anelavam compreender sua significação. Eles “inquiriram e trataram diligentemente,… indagando que tempo ou que ocasião de tempo o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava. … Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas;… para as quais coisas os anjos desejam bem atentar”. 1Pedro 1:10-12.
A nós, que nos achamos nas vésperas do seu cumprimento, de quão profunda importância, de quão vívido interesse, são estes delineamentos de coisas vindouras — fatos pelos quais, desde que nossos primeiros pais se retiraram do Éden, têm os filhos de Deus vigiado e esperado, ansiado e orado! (Ed 180-183).

15-18, 20. A consternação dos despreparados. Em visões do grande dia do juízo, aos inspirados mensageiros de Jeová foi dado ver ligeiramente a consternação dos que não estavam preparados para se encontrarem com o seu Senhor em paz. [Cita Isaías 24:1-8; v. 15-18, 12; Jeremias 4:19, 20 e Isaías 2:17-21] (PR 373).