Levítico 9

Almeida Antiga - IBC

Arão oferece sacrifícios por si e pelo povo
1 Ora, ao dia oitavo, Moisés chamou a Arão e seus filhos, e os anciãos de Israel,
2 e disse a Arão: Toma um bezerro tenro para oferta pelo pecado, e um carneiro para holocausto, ambos sem defeito, e oferece-os perante o Senhor.
3 E falarás aos filhos de Israel, dizendo: Tomai um bode para oferta pelo pecado; e um bezerro e um cordeiro, ambos de um ano, e sem defeito, como holocausto;
4 também um boi e um carneiro para ofertas pacíficas, para sacrificar perante o Senhor e oferta de cereais, amassada com azeite; porquanto hoje o Senhor vos aparecerá.
5 Então trouxeram até a entrada da tenda da revelação o que Moisés ordenara, e chegou-se toda a congregação, e ficou de pé diante do Senhor.
6 E disse Moisés: Esta é a coisa que o Senhor ordenou que fizésseis; e a glória do Senhor vos aparecerá.
7 Depois disse Moisés a Arão: Chega-te ao altar, e apresenta a tua oferta pelo pecado e o teu holocausto, e faze expiação por ti e pelo povo; também apresenta a oferta do povo, e faze expiação por ele, como ordenou o Senhor.
8 Arão, pois, chegou-se ao altar, e imolou o bezerro que era a sua própria oferta pelo pecado.
9 Os filhos de Arão trouxeram-lhe o sangue; e ele molhou o dedo no sangue, e o pôs sobre as pontas do altar, e derramou o sangue à base do altar;
10 mas a gordura, e os rins, e o redenho do fígado, tirados da oferta pelo pecado, queimou-os sobre o altar, como o Senhor ordenara a Moisés.
11 E queimou ao fogo fora do arraial a carne e o couro.
12 Depois imolou o holocausto, e os filhos de Arão lhe entregaram o sangue, e ele o aspergiu sobre o altar em redor.
13 Também lhe entregaram o holocausto, pedaço por pedaço, e a cabeça; e ele os queimou sobre o altar.
14 E lavou a fressura e as pernas, e as queimou sobre o holocausto no altar.
15 Então apresentou a oferta do povo e, tomando o bode que era a oferta pelo pecado do povo, imolou-o e o ofereceu pelo pecado, como fizera com o primeiro.
16 Apresentou também o holocausto, e o ofereceu segundo a ordenança.
17 E apresentou a oferta de cereais e, tomando dela um punhado, queimou-o sobre o altar, além do holocausto da manhã.
18 Imolou também o boi e o carneiro em sacrifício de oferta pacífica pelo povo. E os filhos de Arão entregaram-lhe o sangue, que ele aspergiu sobre o altar em redor,
19 como também a gordura do boi e do carneiro, a cauda gorda, e o que cobre a fressura, e os rins, e o redenho do fígado;
20 e puseram a gordura sobre os peitos, e ele queimou a gordura sobre o altar;
21 mas os peitos e a coxa direita, ofereceu-os Arão por oferta movida perante o Senhor, como Moisés tinha ordenado.
22 Depois Arão, levantando as mãos para o povo, o abençoou e desceu, tendo acabado de oferecer a oferta pelo pecado, o holocausto e as ofertas pacíficas.
23 E Moisés e Arão entraram na tenda da revelação; depois saíram, e abençoaram o povo; e a glória do Senhor apareceu a todo o povo,
24 pois saiu fogo de diante do Senhor, e consumiu o holocausto e a gordura sobre o altar; o que vendo todo o povo, jubilaram e prostraram-se sobre os seus rostos.

Referências Cruzadas

1 Ez 43:27
2 Ex 29:1; Lv 4:3; Lv 8:14; Lv 8:18
3 Lv 4:23; Ed 6:17; Ed 10:19
4 Lv 2:4; Gn 9:6; Gn 9:23; Ex 29:43
6 Gn 9:23; Ex 24:16
7 Lv 4:3; 1Sm 3:14; Hb 5:3; Hb 7:27; Hb 9:7; Lv 4:16; Lv 4:20; Hb 5:1
9 Lv 8:15; Lv 4:7
10 Lv 8:16; Lv 4:8
11 Lv 4:11; Lv 8:17
12 Lv 1:5; Lv 8:19
13 Lv 8:20
14 Lv 8:21
15 Gn 9:3; Is 53:10; Hb 2:17; Hb 5:3
15 Lv 1:3; Lv 1:10
17 Gn 9:4; Lv 2:1; Lv 2:2; Ex 29:38
18 Lv 3:1
20 Lv 3:5; Lv 3:16
21 Ex 29:24; Ex 29:26; Lv 7:30-34
22 Nm 6:23; Dt 21:5; Lc 24:50
23 Gn 9:6; Nm 14:10; Nm 16:10; Nm 16:42
24 Gn 4:4; Jz 6:21; 1Rs 18:38; 2Cr 7:1; Sl 20:3; 1Rs 18:39; 2Cr 7:3; Ed 3:11

1 Fogo estranho oferecido hoje. Deus não mudou. Ele é agora tão minucioso e exato em Suas exigências, como foi nos dias de Moisés. Mas, nos santuários de adoração dos nossos dias, com cânticos de louvor, orações e ensino do púlpito, não existe meramente fogo estranho, mas positivo aviltamento. Ao invés de pregar a verdade com santa unção de Deus, ela é proferida muitas vezes sob a influência do fumo e do álcool. Realmente um fogo estranho! A verdade bíblica e a santidade da Bíblia são apresentadas ao povo; e orações são oferecidas a Deus, misturadas com o mau cheiro do fumo! Tal incenso é mais aceitável a Satanás! Que terrível engano é este! Que ofensa à vista de Deus! Que insulto Aquele que é santo e que habita na luz inacessível!
Se os professos cristãos tivessem as faculdades mentais em vigor saudável, discerniriam a inconsistência de tal culto. Como no caso de Nadabe e Abiú, suas sensibilidades se acham tão embotadas que não fazem diferença entre o sagrado e o profano. Coisas santas e sagradas são trazidas ao baixo nível de seu hálito poluído pelo fumo, de seu cérebro amortecido e sua alma contaminada pela condescendência com o apetite e as paixões. Cristãos professos comem e bebem, fumam e mascam fumo e tornam-se glutões e beberrões, satisfazendo o apetite e ainda falam em vencer como Cristo venceu! (DT, 101, 102).