Mateus 19

Almeida Antiga - IBC

Casamento e divórcio
1 E aconteceu que, concluindo Jesus estas palavras, partiu da Galileia e foi para os confins da Judeia, além do Jordão.
2 E grandes multidões o seguiram, e ele as curou ali.
3 Então se achegaram a ele os fariseus, tentando-o, e dizendo: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?
4 E respondendo ele, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez desde o princípio, os fez homem e mulher
5 e disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher; e os dois serão uma só carne?
6 Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou, não o separe o homem.
7 Disseram-lhe: Então por que mandou Moisés dar carta de divórcio e repudiá-la?
8 Disse-lhes ele: Pela dureza de vossos corações Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas, ao princípio, não foi assim.
9 E eu vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério.
10 Disseram-lhe seus discípulos: Se tal é a condição do homem relativamente à mulher, não convém casar.
11 Ele, porém, lhes disse: Nem todos podem receber esta palavra, mas somente aqueles a quem é dada.
12 Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram feitos eunucos pelos homens; e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode receber isso, receba-o.

As criancinhas

13 Então lhe trouxeram algumas crianças para que lhes impusesse as mãos e orasse; e os discípulos os repreenderam.
14 Mas Jesus disse: Deixai as crianças, e não as impeçais de virem a mim, porque de tais é o reino dos céus.
15 E ele lhes impôs as mãos, e partiu dali.

O jovem rico

16 # E eis que se aproximou dele um jovem, e lhe disse: Bom Mestre, que farei eu de bom para ter a vida eterna?
17 # Respondeu-lhe ele: Por que me chamas bom? Não há ninguém bom senão um, que é Deus: mas se queres entrar na vida, guarda os mandamentos.
18 Perguntou-lhe ele: Quais? E disse Jesus: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho;
19 honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo.
20 Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?
21 Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende o que tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me.
22 Mas quando o jovem ouviu esta palavra, retirou-se triste, porque tinha muitas propriedades.
23 Então Jesus disse aos seus discípulos: Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus.
24 E outra vez vos digo que é mais fácil um camelo passar pelo buraco duma agulha, do que um rico entrar no reino de Deus.
25 Quando os seus discípulos ouviram isso, ficaram grandemente maravilhados, dizendo: Então quem pode ser salvo?
26 Mas Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Com os homens isto é impossível, mas com Deus tudo é possível.

A herança da vida eterna

27 Então, respondendo Pedro, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo e te seguimos; portanto, o que receberemos?
28 E disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que, vós que me seguistes, na regeneração, quando o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, sentar-vos-eis também sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.
29 E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.
30 Porém muitos primeiros serão últimos; e os últimos, primeiros.

Referências Cruzadas

1 Mc 10:1; Jo 10:40
2 Mt 12:15
4 Gn 1:27; Gn 5:2; Ml 2:15
5 Gn 2:24; Mc 10:5-9; Ef 5:31; 1Co 6:16; 1Co 7:2
6 Gn 11:6
7 Dt 24:1; Mt 5:31
9 Mt 5:32; Mc 10:11; Lc 16:18; 1Co 7:10; 1Co 7:11; Mt 5:27
10 Pv 21:19
11 1Co 7:2; 1Co 7:7; 1Co 7:9; 1Co 7:17
12 1Co 7:32; 1Co 7:34; 1Co 9:5; 1Co 9:15
13 Mc 10:13; Lc 18:15
14 Mt 18:3
16 Mc 10:17; Lc 18:18; Lc 10:25
18 Ex 20:13; Dt 5:17
19 Mt 15:4; Lv 19:18; Mt 22:39; Rm 13:9; Gl 5:14; Tg 2:8
21 Mt 6:20; Lc 12:33; Lc 16:9; At 2:45; At 4:34; At 4:35; 1Tm 6:18; 1Tm 6:19
23 Mt 13:22; Mc 10:24; 1Co 1:26; 1Tm 6:9; 1Tm 6:10
26 Gn 18:14; Jó 42:2; Jr 31:17; Zc 8:6; Lc 1:37; Lc 18:27
27 Mc 10:28; Lc 18:28; Dt 33:9; Mt 4:20; Lc 5:11
28 Mt 20:21; Lc 22:28; Lc 22:29; Lc 22:30; 1Co 6:2; 1Co 6:3; Ap 2:26
29 Mc 10:29; Mc 10:30; Lc 18:29; Lc 18:30
30 Mt 20:16; Mt 21:31; Mt 21:32; Mc 10:31; Lc 13:30

13-15 A lembrança guardou os filhos de se desviarem. Se nos fosse revelada a vida posterior daquele pequenino grupo, veríamos as mães recordando aos filhos a cena daquele dia e repetindo a eles as amoráveis palavras do Salvador. Veríamos também quantas vezes, nos anos que se sucederam, a lembrança daquelas palavras guardou os filhos de se desviarem do caminho traçado para os remidos do Senhor (CBV, 41).
27 Que receberemos? [A] pergunta de Pedro: “Que receberemos?” revelou um espírito que, não corrigido, incapacitaria os discípulos para serem mensageiros de Cristo; porque era espírito de mercenário (PJ 215.3).