Números 13

Almeida Antiga - IBC

Doze homens são enviados para espiar a terra de Canaã
1 Então disse o Senhor a Moisés:
2 Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel. De cada tribo de seus pais enviarás um homem, sendo cada qual príncipe entre eles.
3 Moisés, pois, enviou-os do deserto de Parã, segundo a ordem do Senhor; eram todos eles homens principais dentre os filhos de Israel.
4 E estes são os seus nomes: da tribo de Rúben, Samua, filho de Zacur;
5 da tribo de Simeão, Safate, filho de Hori;
6 da tribo de Judá, Calebe, filho de Jefoné;
7 da tribo de Issacar, Ioal, filho de José;
8 da tribo de Efraim, Oseias, filho de Num;
9 da tribo de Benjamim, Palti, filho de Rafu;
10 da tribo de Zebulom, Gadiel, filho de Sódi;
11 da tribo de José, pela tribo de Manassés, Gadi, filho de Susi;
12 da tribo de Dã, Amiel, filho de Gemali;
13 da tribo de Aser, Setur, filho de Micael;
14 da tribo de Naftali, Nabi, filho de Vofsi;
15 da tribo de Gade, Geuel, filho de Maqui.
16 Estes são os nomes dos homens que Moisés enviou a espiar a terra. Ora, a Oseias, filho de Num, Moisés chamou Josué.
17 Enviou-os, pois, Moisés a espiar: a terra de Canaã, e disse-lhes: Subi por aqui para o Negebe, e penetrai nas montanhas;
18 e vede a terra, que tal é; e o povo que nela habita, se é forte ou fraco, se pouco ou muito;
19 que tal é a terra em que habita, se boa ou má; que tais são as cidades em que habita, se arraiais ou fortalezas;
20 e que tal é a terra, se gorda ou magra; se nela há árvores, ou não; e esforçai-vos, e tomai do fruto da terra. Ora, a estação era a das uvas temporãs.
21 Assim subiram, e espiaram a terra desde o deserto de Zim, até Reobe, à entrada de Hamate.
22 E subindo para o Negebe, vieram até Hebrom, onde estavam Aimã, Sesai e Talmai, filhos de Anaque. (Ora, Hebrom foi edificada sete anos antes de Zoã no Egito. )
23 Depois vieram até e vale de Escol, e dali cortaram um ramo de vide com um só cacho, o qual dois homens trouxeram sobre uma verga; trouxeram também romãs e figos.
24 Chamou-se aquele lugar o vale de Escol, por causa do cacho que dali cortaram os filhos de Israel.
25 Ao fim de quarenta dias voltaram de espiar a terra.
26 E, chegando, apresentaram-se a Moisés e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel, no deserto de Parã, em Cades; e deram-lhes notícias, a eles e a toda a congregação, e mostraram-lhes o fruto da terra.
27 E, dando conta a Moisés, disseram: Fomos à terra a que nos enviaste. Ela, em verdade, mana leite e mel; e este é o seu fruto.
28 Contudo o povo que habita nessa terra é poderoso, e as cidades são fortificadas e mui grandes. Vimos também ali os filhos de Anaque.
29 Os amalequitas habitam na terra do Negebe; os heteus, os jebuseus e os amorreus habitam nas montanhas; e os cananeus habitam junto do mar, e ao longo do rio Jordão.
30 Então Calebe, fazendo calar o povo perante Moisés, disse: Subamos animosamente, e apoderemo-nos dela; porque bem poderemos prevalecer contra ela.
31 Disseram, porém, os homens que subiram com ele: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós.
32 Assim, perante os filhos de Israel infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra, pela qual passamos para espiá-la, é terra que devora os seus habitantes; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura.
33 Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos.

Referências Cruzadas

2 Nm 32:8; Dt 1:22
3 Nm 12:16; Nm 32:8; Dt 1:19; Dt 9:23
6 Nm 34:19; 1Cr 4:15; Nm 13:30; Nm 14:6; Nm 14:30; Js 14:6; Js 14:7; Js 14:13; Js 14:14; Jz 1:12
8 Nm 13:16
16 Nm 13:8; Ex 17:9; Nm 14:6; Nm 14:30
17 Nm 13:21; Gn 14:10; Jz 1:9; Jz 1:19
20 Ne 9:25; Ne 9:35; Ez 34:14; Dt 31:6; Dt 31:7; Dt 31:23
21 Nm 34:3; Js 15:1; Js 19:28
22 Js 11:21; Js 11:22; Js 15:13; Js 15:14; Jz 1:10; Nm 13:33; Js 21:11; Sl 78:12; Is 19:11; Is 30:4
23 Dt 1:24; Dt 1:25; Nm 32:9; Jz 16:4
26 Nm 13:3; Nm 20:1; Nm 20:16; Nm 32:8; Nm 33:36; Dt 1:19; Js 14:6
27 Ex 3:8; Ex 33:3; Dt 1:25
28 Dt 1:28; Dt 9:1; Dt 9:2; Nm 13:33
29 Ex 17:8; Nm 14:43; Jz 6:3; 1Sm 14:48; 1Sm 15:3
30 Nm 14:6; Nm 14:24; Js 14:7
31 Nm 32:9; Dt 1:28; Js 14:8
32 Nm 14:36; Nm 14:37; Am 2:9
33 Dt 1:28; Dt 2:10; Dt 9:2; Is 40:22; 1Sm 17:42

30 Coragem por meio da fé. Foi a fé de Calebe que lhe deu coragem, que o guardou de temer o ser humano e o capacitou a se colocar ousada e destemidamente em defesa do que era certo. Mediante a confiança no grande General dos exércitos do Céu, todo verdadeiro soldado da cruz pode receber força e coragem para vencer os obstáculos que parecem insuperáveis (RH, 30/05/1912).
Calebes necessários hoje. Os Calebes já foram muito necessários em diferentes períodos da história de nossa obra. Precisamos hoje de obreiros de perfeita fidelidade, obreiros que sigam inteiramente ao Senhor, obreiros que não estejam dispostos a silenciar quando devem falar, que sejam fiéis ao princípio como o aço, que não procurem fazer uma exibição pretensiosa, mas que andem humildemente com Deus. Precisamos de obreiros pacientes, bondosos, prestativos, corteses, que entendam que a ciência da oração é exercer fé e mostrar obras que manifestem a glória de Deus e o bem de Seu povo. […] Seguir a Jesus requer de início uma conversão sincera e uma representação dessa conversão a cada dia (CT [MM 2002], 122).
33 Impossível vencer? [Satanás] está constantemente procurando enganar os seguidores de Cristo com seu fatal sofisma de que lhes é impossível vencer (CS 118.2).