Salmos 1

Almeida Antiga - IBC

A felicidade dos justos e o castigo dos ímpios
1 Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores;
2 antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite.
3 Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará.
4 Os ímpios não são assim; são, porém, como a palha que o vento dispersa.
5 Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos;
6 porque o Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios perecerá.

Referências Cruzadas

1 Pv 4:14; Sl 26:4
2 Sl 119:35; Js 1:8
3 Jr 17:8; Is 3:10
4 Jó 21:18
6 Sl 37:18

3 O que torna um cristão sempre vivo? Procure ser uma árvore sempre verde. Use o adorno de um espírito manso e tranquilo, que é de grande valor diante de Deus. Cultive a graça do amor, da alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e do domínio próprio. Esse é o fruto da árvore cristã. Plantada junto a corrente de águas, ela sempre dá o seu fruto no devido tempo (Ms 39, 1896).