Salmos 17

Almeida Antiga - IBC

Davi pede a Deus que o proteja dos seus inimigos // Oração de Davi
1 Ouve, Senhor, a justa causa; atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não procede de lábios enganosos.
2 Venha de ti a minha sentença; atendam os teus olhos à equidade.
3 Tens provado o meu coração; tens-me visitado à noite, provaste-me, e não encontrarás nada, decidi que minha boca não transgredirá.
4 Quanto às obras dos homens, pela palavra dos teus lábios eu me tenho guardado dos caminhos do homem violento.
5 Dirige os meus passos nos Teus caminhos, para que as minhas pegadas não vacilem.
6 A ti, ó Deus, eu clamo, pois tu me ouvirás; inclina para mim os teus ouvidos, e ouve as minhas palavras.
7 Faze maravilhosas as tuas beneficências, ó Salvador dos que à tua destra se refugiam daqueles que se levantam contra eles.
8 Guarda-me como à menina do olho; esconde-me, à sombra das tuas asas,
9 dos ímpios que me despojam, dos meus inimigos mortais que me cercam.
10 Eles fecham o seu coração; com a boca falam soberbamente.
11 Andam agora rodeando os meus passos; fixam em mim os seus olhos para me derrubarem por terra.
12 Parecem-se com o leão que deseja arrebatar a sua presa, e com o leãozinho que espreita em esconderijos.
13 Levanta-te, Senhor, detém-nos, derruba-os; livra-me dos ímpios, pela tua espada,
14 dos homens, pela tua mão, Senhor, dos homens do mundo, cujo quinhão está nesta vida. Enche-lhes o ventre da tua ira entesourada. Fartem-se dela os seus filhos, e deem ainda os sobejos por herança aos seus pequeninos.
15 Quanto a mim, em retidão contemplarei a tua face; eu me satisfarei com a tua semelhança quando acordar.

Referências Cruzadas

3 Sl 16:7; Jó 23:10; Ml 3:2; Ml 3:3; 1Pe 1:7
5 Sl 119:133
6 Sl 116:2
7 Sl 31:21
8 Dt 32:10; Rt 2:12
10 Dt 32:15; 1Sm 2:3
11 1Sm 23:26; Sl 10:8; Sl 10:9; Sl 10:10
13 Is 10:5
14 Sl 73:12
15 1Jo 3:2; Sl 4:6; Sl 4:7; Sl 16:11; Sl 65:4

A luta de Davi. Davi nos serve de exemplo. Sua história é significativa para toda pessoa que luta para alcançar vitórias eternas. Em sua vida, dois poderes lutavam pela supremacia. A incredulidade arregimentava suas forças e tentava eclipsar a luz que brilhava sobre ele vinda do trono de Deus. Dia a dia a batalha prosseguia em seu coração, sendo que Satanás disputava cada passo de avanço dado pelas forças da justiça. Davi compreendia o que significava lutar contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso. Às vezes, parecia que o inimigo conseguiria a vitória; mas, no final, a fé vencia, e Davi se regozijava no poder Salvador de Jeová.
A luta pela qual Davi passou, todos os outros seguidores de Cristo precisam passar. Satanás desceu com grande poder, sabendo que seu tempo é curto. O conflito está sendo travado bem diante do universo celestial, e os anjos estão prontos a levantar, em favor dos pressionados soldados de Deus, um estandarte contra o inimigo, e a colocar em seus lábios cânticos de vitória e regozijo (Ms 38, 1905).
5 Em todos os caminhos há perigos. Vocês não precisam se surpreender se nem tudo for agradável na jornada rumo ao Céu. É inútil olhar para os próprios defeitos. Olhando para Jesus, as trevas se dissipam e brilha a verdadeira luz. Prossigam diariamente, expressando a oração de Davi: “Dirige os meus passos nos Teus caminhos, para que as minhas pegadas não vacilem” (SI 17:5). Em todos os caminhos da vida há perigos, mas estamos seguros se seguirmos o Mestre por onde Ele guiar, confiando nAquele cuja voz ouvimos dizer “Segue-Me”. “Quem Me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (Jo 8:12). Deixem o coração repousar em Seu amor. Precisamos de santificação no corpo, na alma e no espírito. É isso que precisamos buscar (A New Life, n° 11, p. 2).