Salmos 20

Almeida Antiga - IBC

Oração pelo rei // Salmo de Davi para o músico-mor
1 O Senhor te ouça no dia da angústia; o nome do Deus de Jacó te proteja.
2 Envie-te socorro do seu santuário, e te sustenha de Sião.
3 Lembre-se de todas as tuas ofertas, e aceite os teus holocaustos.
4 Conceda-te conforme o desejo do teu coração, e cumpra todo o teu desígnio.
5 Nós nos alegraremos pela tua salvação, e em nome do nosso Deus arvoraremos pendões; satisfaça o Senhor todas as tuas petições.
6 Agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele lhe responderá lá do seu santo céu, com a força salvadora da sua destra.
7 Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.
8 Uns encurvam-se e caem, mas nós nos erguemos e ficamos de pé.
9 Salva-nos, Senhor; ouça-nos o Rei quando clamarmos.

Referências Cruzadas

1 Pv 18:10
2 1Rs 6:16
4 Sl 21:2
5 Sl 9:14; Ex 17:15
6 Sl 2:2

Os Salmos 19 e 20 são especialmente para nós. O Senhor deseja que despertemos para nossa verdadeira condição espiritual; deseja que toda pessoa humilhe o coração e a mente diante dEIe. As palavras inspiradas que se acham nos Salmos 19 e 20 são apresentadas para nosso povo. É nosso privilégio aceitar essas preciosas promessas e crer nas advertências. Oro para que nosso coração esteja plenamente desperto para os perigos que cercam os indiferentes ao bem-estar eterno. Precisamos pesquisar as Escrituras como nunca antes. A Palavra de Deus deve ser nosso educador, nosso guia. Devemos compreender o que dizem as Escrituras.
Durante a noite eu parecia repetir estas palavras para o povo: É necessário rigoroso exame do eu. Não temos tempo agora para gastar em condescendência própria. Se estivermos ligados a Deus, humilharemos o coração diante dEIe e seremos muito zelosos no aperfeiçoamento do caráter cristão. Temos uma grande e solene obra a fazer, pois o mundo deve ser esclarecido com respeito aos tempos em que vivemos, e as pessoas serão esclarecidas quando for dado um testemunho direto. Serão levadas a um diligente exame do eu (Carta 12, 1909).