Escolha uma Página

Zacarias 3

Almeida Antiga - IBC

Quarta visão: o sumo sacerdote é acusado
1 Ele me mostrou o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo do Senhor, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor.
2 E o anjo do Senhor disse a Satanás: Que o Senhor te repreenda, ó Satanás; sim, o Senhor, que escolheu Jerusalém, te repreenda! Não foi o seu tição tirado do fogo?
3 Ora Josué, vestido de trajes sujos, estava em pé diante do anjo.
4 Então falando este, ordenou aos que estavam diante dele, dizendo: Tirai-lhe estes trajes sujos. E a Josué disse: Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniquidade, e te vestirei de trajes festivos.
5 Também disse eu: Ponham-lhe sobre a cabeça uma mitra limpa. Puseram-lhe, pois, sobre a cabeça uma mitra limpa, e vestiram-no das roupas; e o anjo do Senhor estava ali de pé.
6 E o anjo do Senhor testificou a Josué, dizendo:
7 Assim diz o Senhor dos exércitos: Se andares nos meus caminhos, e se observares as minhas ordenanças, também tu julgarás a minha casa, e também guardarás os meus átrios, e te darei lugar entre os que estão aqui.
8 Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens admirados; eis que eu farei vir o meu servo, o RENOVO.
9 Pois eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estarão sete olhos. Eis que eu esculpirei a sua escultura, diz o Senhor dos exércitos, e tirarei a iniquidade desta terra num só dia.
10 Naquele dia, diz o Senhor dos exércitos, cada um de vós convidará o seu vizinho para debaixo da videira e para debaixo da figueira.

Referências Cruzadas

1 Ag 1:1; Sl 109:6
2 Jd 9; Zc 1:17; Am 4:11; Lc 15:22; Is 61:10; Jd 9; Mc 2:7; Ap 19:8
3 Is 64:6
4 Is 61:10
5 Ex 29:6
7 Lv 8:35; Dt 17:9; Zc 4:14; Zc 6:5
8 Jo 17:4; Sl 71:7; Ez 12:11; Ez 24:24; Is 42:1; Is 4:2
9 Sl 118:22; Zc 4:10; Jr 31:34; Jr 50:20; Zc 13:1
10 Zc 2:11; 1Rs 4:25; Is 36:16; Mq 4:4

Importância do terceiro e quarto capítulos. Insto convosco para lerdes o terceiro e quarto capítulos de Zacarias. Se esses capítulos forem compreendidos, se forem recebidos, será feita uma obra em favor dos que estão famintos e sedentos de justiça, uma obra que para a igreja representa: “Avançai para a frente e para cima” (SC 84.2).

1 Mesma obra hoje. Josué é mostrado fazendo súplicas ao Anjo. Estamos empenhados na mesma obra? Estão nossas súplicas ascendendo a Deus com viva fé? Estamos abrindo a porta do coração a Jesus e fechando todos os meios de entrada a Satanás? Estamos diariamente obtendo mais clara luz e mais força para que possamos nos manter na justiça de Cristo? Estamos esvaziando nosso coração de todo egoísmo e purificando-o como preparo para recebermos do Céu a chuva serôdia?
Agora é o momento em que devemos confessar e abandonar nossos pecados, para que eles possam ir antecipadamente a juízo e ser apagados (RH, 19/11/1908).
1-3 Falso acusador. Aqueles que honram a Deus e guardam os Seus mandamentos estão sujeitos às acusações de Satanás. O inimigo trabalha com toda a energia para levar pessoas ao pecado. Então alega que, por causa de seus pecados passados, ele deve ter permissão para exercer sua infernal crueldade sobre elas como súditos seus. Zacarias escreveu sobre essa obra. “Deus me mostrou o sumo sacerdote Josué” — representante do povo que guardava os mandamentos de Deus — “o qual estava diante do Anjo do Senhor, e Satanás estava à mão direita dele, para se lhe opor” [Zc 3:1].
Cristo é nosso sumo sacerdote. Satanás está diante dEle dia e noite como acusador dos irmãos. Com seu poder magistral, apresenta todo traço objetável de caráter como razão suficiente para que seja retirado o poder protetor de Cristo, podendo ele assim desanimar e destruir aqueles que fez pecar. Cristo, porém, fez expiação por todo pecador. Pela fé, podemos ouvir nosso advogado dizer: “O Senhor te repreende, ó Satanás; sim, o Senhor, que escolheu a Jerusalém, te repreende; não é este um tição tirado do fogo?” [Zc 3:2].
“Ora, Josué, trajado de vestes sujas” [Zc 3:3]. Assim aparecem os pecadores diante do inimigo que, por seu poder enganador magistral, fez com que se afastassem de sua lealdade a Deus. Com vestes de pecado e vergonha o inimigo traja aqueles que foram vencidos pelas suas tentações, e depois diz que é injusto da parte de Cristo ser para eles luz e defesa (PC [MM 1965], 108; Ms 125, 1901).
4 Exaltação própria Toda exaltação própria e admiração própria são resultado da falta de conhecimento de Deus e de Jesus Cristo, a quem Ele enviou. Quão rapidamente morrerá o amor ao eu e será humilhado até o pó o orgulho quando contemplarmos os incomparáveis encantos do caráter de Cristo! A santidade de Seu caráter é refletida por todos que O servem em espírito e em verdade.
Se nossos lábios precisam de purificação, se compreendemos nossa deficiência e vamos a Deus com o coração contrito, o Senhor removerá a impureza. Ele dirá a Seu anjo: “Tirai-lhe as vestes sujas” e vesti-o “de finos trajes” [Zc 3:4] (RH, 22/12/1896).
4, 5 Troca de vestes. Pobres mortais arrependidos, ouçam as palavras de Jesus e, ouvindo-as, creiam: “Tomou este a palavra [para responder à acusação de Satanás] e disse aos [anjos] que estavam diante dele [para cumprir Suas ordens]: Tirai-lhe as vestes sujas”. Eu apagarei as suas transgressões; cobrirei seus pecados; imputar-lhe-ei Minha justiça. “A Josué disse: Eis que tenho feito que passe de ti a tua iniquidade e te vestirei de finos trajes” [Zc 3:4].
As vestes sujas são removidas; pois Cristo diz: “Eis que tenho feito que passe de ti a tua iniquidade” [v. 4]. A iniquidade é transferida para o inocente, o puro, o santo Filho de Deus; e o ser humano, completamente indigno, se encontra diante do Senhor purificado de toda injustiça e vestido com a justiça imputada de Cristo. Oh, que troca de vestes é esta! E Cristo faz por eles mais do que isso.
Esta é a honra que Deus irá conferir àqueles que estão vestidos com as vestes da justiça de Cristo. Com um encorajamento como este, como pode a humanidade continuar no pecado? Como pode entristecer o coração de Cristo? (Ms 125, 1901).
4-7 Uma experiência é repetida. Aquele que estava vestido de vestes sujas representa os que cometeram faltas, mas que se arrependeram tão sinceramente que o Senhor, que perdoa todos os pecados dos quais há arrependimento, ficou satisfeito. Satanás procura colocar numa posição humilhante os que se arrependeram verdadeiramente de seus pecados, e os que continuam numa conduta errada são instigados por Satanás a torturar o que se arrependeu. […]
Pessoas que foram muito longe na transgressão e que nunca confessaram seus pecados buscarão causar toda a vergonha que puderem a quem Satanás procurou destruir. Mas, se essas pessoas se arrependeram e se humilharam diante de Deus, confessando seus pecados ao Salvador que perdoa, elas receberam o perdão. Os que não se arrependeram de seus pecados e não receberam perdão irão torturar os verdadeiramente arrependidos, repetindo suas faltas àqueles que nada sabiam sobre elas. Acusam e condenam os arrependidos como se eles próprios fossem inocentes.
Tem-me sido mostrado que a experiência registrada no terceiro capítulo de Zacarias está agora se repetindo e continuará a ser repetida enquanto pessoas que professam ser puras se recusarem a humilhar o coração e a confessar seus pecados (Carta 360, 1906).